O viés independente está na praça
capa

O viés independente está na praça

Por

publicidade

Misael Nascimento Santos realizou a sessão de autógrafos de seu livro "Poesias para quem tem Pressa"


Na Feira do Livro de Porto Alegre, escritores independentes – que bancaram por conta própria o lançamento de seus livros – não ficam de fora e também têm a oportunidade de divulgar e de autografar suas obras. Como exemplo disso, a Feira contou este ano com a participação de Misael Nascimento Santos, que escreve sob o pseudônimo de José Escrevente. Natural de Salvador e morando em Porto Alegre há 10 anos, ele escreve poesias desde os 14 anos e esteve na Praça de Autógrafos para assinar seu livro de estreia publicado de forma independente, “Poemas para quem tem Pressa”.

“No início, pensei em apenas juntar tudo o que eu já havia escrito e lançar o livro. Mas, um amigo do Rio de Janeiro, que também é escritor, me disse que eu deveria encontrar uma temática para as poesias que estariam na obra. Então, comecei a pesquisar e passei um ano escrevendo poesias novas para o livro que tivessem o mesmo tema”, conta o poeta.

Além dele, Niro Casagrande, de 68 anos, também está autografando seu livro nesta edição da Feira. Sua segunda obra independente, intitulada “Paixão Adolescente”, fala sobre a gravidez na adolescência como consequência da paixão arrebatadora dos jovens e reúne o relato de mais de 300 pessoas que Casagrande conheceu em uma viagem que fez para o continente africano quando tinha cerca de 20 anos.

Nessa Feira do Livro, temos também o lançamento da obra independente “Subjetiva Poesia”, escrita por André da Silva Flores, que já escreveu mais de 3 mil poesias desde que era criança. Ele recebe muitos elogios das pessoas pela forma como usa as palavras.

“O primeiro poema que escrevi foi sobre o pé de goiabeira nos fundos da casa do meu pai. Quando ele leu, chorou emocionado”, disse Flores.

Esses são só alguns dos quase 500 autores independentes que podem ser encontrados na Feira do Livro de Porto Alegre deste ano, tanto nas obras à venda na banca da Associação Gaúcha dos Escritores Independentes (AGEI), localizada em frente ao MARGS, quanto na Praça de Autógrafos, onde estão assinando seus livros.

Texto Pedro Hameister / Acadêmico de Jornalismo da Unisinos


Foto Nicolas Chidem / Acadêmico de Jornalismo da PUCRS