Ferrari lidera dia de testes sem muita convicção e quebra de motor preocupa Mercedes
capa

Ferrari lidera dia de testes sem muita convicção e quebra de motor preocupa Mercedes

Williams e McLaren tiveram desempenhos mais interessantes do dia, em quarto e quinto lugares

Por
Bernardo Bercht

Scuderia é a grande incógnita para a temporada 2020 até aqui

publicidade

A Ferrari finalmente liderou uma sessão, nos testes de pré-temporada desta quinta-feira em Barcelona. Sebastian Vettel anotou 1min16s841, porém, longe de impressionar e sem mostrar qual será a performance efetiva do carro vermelho na temporada. Fato é que todo mundo segue escondendo o jogo e a grande notícia do dia foi mais uma quebra de motor Mercedes. Lewis Hamilton parou com um problema de pressão do óleo, somando um quarto propulsor aos três que a Williams já tinha mandado de volta para a retifica alemã.

Performances significativas talvez tenham sido as da própria Williams e as da McLaren. Lando Norris anotou 1min17s573 com pneus duros e num stint superior a três voltas, a primeira demonstração para valer de velocidade da Laranja Mecânica se corrigirmos pela aderência da borracha.

Nicholas Latiffi, por sua vez, colocou a Williams em quarto lugar com 1min17s313. Apesar de calçar pneus macios, a volta seria um sonho impensável para o time no ano passado, quando viraram 1min20 no circuito espanhol. É fato, o histórico escrete do Tio Frank voltou a andar com o pelotão. Ainda vai ter que esperar, porém, o quanto a turma que realmente luta por pontos melhorou: ainda mais com Racing Point e Alpha Tauri usando carros derivados (alguém falou em clone cor de rosa?) das equipes grandes.

Voltando à Ferrari. Vettel descartou previsões catastróficas, mas reconheceu que o carro tem muito arrasto, apesar dos ganhos em downforce. O prognóstico do alemão é que o time será mais competitivo nas corridas e cuidará melhor dos pneus, mas os treinos de classificação devem complicar.

Na turma do resto, Racing Point e Alpha Tauri seguem rodando fácil na casa de 1min17 com seus "projetos inspirados". A Alfa Romeo depois de liderar foi mais discreta e ainda lamentou uma batida de Antonio Giovinazzi, pela manhã, que impediu de darem todas as voltas que queriam. A Renault foi extretamente discreta, com Esteban Ocon em oitavo, na casa de 1min18s e Daniel Ricciardo em 11º.

Veja os tempos:

1 Sebastian Vettel Ferrari 1m16.841s - 145
2 Pierre Gasly AlphaTauri/Honda 1m17.066s 0.225s 139
3 Lance Stroll Racing Point/Mercedes 1m17.118s 0.277s 130
4 Nicholas Latifi Williams/Mercedes 1m17.313s 0.472s 160
5 Lando Norris McLaren/Renault 1m17.573s 0.732s 113
6 Max Verstappen Red Bull/Honda 1m17.738s 0.897s 31
7 Valtteri Bottas Mercedes 1m17.985s 1.144s 47
8 Esteban Ocon Renault 1m18.013s 1.172s 37
9 Kevin Magnussen Haas/Ferrari 1m18.225s 1.384s 111
10 Alexander Albon Red Bull/Honda 1m18.393s 1.552s 61
11 Daniel Ricciardo Renault 1m18.395s 1.554s 59
12 Antonio Giovinazzi Alfa Romeo/Ferrari 1m19.670s 2.829s 92
13 Lewis Hamilton Mercedes 1m22.425s 5.584s 14