Rahal se assusta com vácuo, Hildebrand bate e Kanaan segue confiante nos treinos da Indy 500

Rahal se assusta com vácuo, Hildebrand bate e Kanaan segue confiante nos treinos da Indy 500

publicidade

Tony mostrou segurança na boa preparação da Foyt


Discreto na quarta, Hélio Castroneves arregaçou as mangas para fazer o oitavo tempo, segundo melhor da Penske. No top ten, surpreenderam Sage Karam em quinto e Zachary Claman de Melo em sétimo, no carro que seria de Pietro Fittipaldi da Dale Coyne, não fosse o acidente e fraturas das pernas. O brasileiro, por sinal, apareceu em Indy para falar de sua recuperação após o acidente em Spa-Francorchamps. A boa notícia é que já iniciou a fisioterapia e pretende, no máximo em duas semanas, fazer um teste com um kart.

O terceiro brazuca na parelha, Matheus Leist ficou na metade de cima da tabela com a 14ª marca, mas já mostrou tempos melhores nos outros dias. Ainda assim, o aprendizado está forte, como avaliou o companheiro de equipe: "O Matheus está tendo altos e baixos, como é normal para os novatos. Essa pista prega peças em você, é importante que ele já está entendendo como lidar", disse Kanaan.

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895