Vettel decreta fim do misterinho e estraçalha recorde nos testes em Barcelona

Vettel decreta fim do misterinho e estraçalha recorde nos testes em Barcelona

publicidade

Williams segue em ritmo amarrado e sem mostrar armas para lutar no meio do pelotão


Outra turma que está preocupada são Force India e Williams. Os ingleses até fazem um ar blazé, de que estão tranquilões andando no fim do pelotão, mas a realidade é outra. O FW41 ainda não foi rápido para valer em qualquer sessão. Simplesmente não gera o mesmo downforce que os competidores imediatos e, apesar de estável, perde décimos valiosos nas curvas de alta e média velocidade. É difícil ver um dos carros baixando de 1min19s e o resto da turma já está mirando o 1min16s!

O drama é que Robert Kubica foi bem melhor que os pilotos oficiais e, mesmo assim, não foi além do 10º tempo com 1min19s629. A Force India, por sua vez, rodou pouquíssimo na primeira semana e agora está com dificuldades de acerto. Ainda assim, aqui e ali Sérgio Perez e Esteban Ocon mostraram que o carro tem alguma condição de entrar na casa de 1min18s.

Por fim, nem tudo são maravilhas na parceria surpreendente de Toro Rosso e Honda. Apesar dos infinitos quilômetros acumulados, no paddock se diz que os japoneses levaram um motor novo para cada dia de testes, enquanto as demais fabricantes pretendem usar no máximo três e, de preferência dois, já em preparação para a temporada. Trocando todas as noites de propulsor, ficou mais fácil explicar as centenas de voltas acumuladas.

Confira os tempos:


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895