Bateleur aponta tendências para a indústria no cenário pós-pandemia
capa

Bateleur aponta tendências para a indústria no cenário pós-pandemia

Estudo projeta momento de consolidação no período pós-crise e ressalta a importância de identificar oportunidades

Por
Correio do Povo

publicidade

 

 

Responsável por 20,9% do PIB e por 70,1% das exportações de bens e serviços, a indústria de transformação é um dos setores mais afetados pelas medidas restritivas de combate à disseminação da Covid-19 no Brasil. Embora o cenário ainda seja dominado pela incerteza, uma vez que não há uma perspectiva concreta para a retomada completa das atividades, é possível apontar alguns caminhos para um contexto pós-pandemia. É isso o que a Bateleur Assessoria Financeira faz no primeiro de uma série de relatórios setoriais que serão publicados a partir de Maio de 2020.  “Nossa área de inteligência sempre produziu dados e análises que, ao lado da expertise do nosso quadro de executivos, norteia o trabalho que desenvolvemos nas empresas. A organização dessas informações em um relatório aberto e que ficará disponível em nosso site é uma forma de contribuir para uma maior assertividade das decisões dos empresários diante do atual contexto”, explica o CEO da Bateleur, Fernando Marchet.

O primeiro relatório setorial da Bateleur – Indústria de Transformação: Impactos da Covid-19 no Brasil, no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina – traça uma fotografia do cenário referente à última semana de abril de 2020 e, com base nas informações disponíveis até este momento, aponta cinco tendências: 1) a adoção de estratégias de sobrevivência por parte das empresas; 2) o planejamento de estratégias de retomada; 3) o enfrentamento de um período de “consolidação forçada” pós-pandemia; 4) a identificação de oportunidades relacionadas a mudança no nível cambial e a busca por menor dependência da China e 5) o papel decisivo a ser desempenhado pela indústria na retomada da economia brasileira. Para construir o relatório, a área de inteligência da Bateleur analisou os dados mais recentes de fontes como Banco Central, CNI, Trading Economics, Bloomberg, ABCR, ONS, ABPO, FGV, FIERGS, Anbima, Fipe, Abicalçados e Investing.com.

Ao final da análise dos dados, o sócio da Bateleur que assina o relatório, André Trein - CFA®, faz um balanço em relação às perspectivas de cenário. “A crise econômica causada pela Covid-19, apesar de seus efeitos negativos no curto prazo, pode criar oportunidades sem precedentes para a indústria brasileira no médio e longo prazos. O ambiente que está se formando, na conjugação de um câmbio desvalorizado com a busca do mundo por menor dependência da China, deverá ser bastante propício à substituição de importações e aumento de exportações de bens industriais. Nos próximos anos, as empresas brasileiras deverão estar em condição privilegiada para reconquistar espaço da China no fornecimento de bens manufaturados para os países desenvolvidos”, afirma Trein, que tem mais de 10 anos de experiência em análise e gestão de investimentos, com certificação CFA® e ampla expertise na avaliação econômico-financeira de empresas de diversos setores listadas na Bovespa.

 

Sobre a Bateleur       

A Bateleur Assessoria é especializada em M&A (fusões e aquisições) e consultoria de gestão para grandes corporações, atuando nas empresas e preparando-as estrategicamente para o processo de crescimento. Nos últimos dois anos, as transações de fusões e aquisições conduzidas pela empresa ultrapassam R$ 2,3 bilhões. Constituída e liderada por Fernando Marchet, a Bateleur tem sede em Porto Alegre e atua no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina.