Como será a demanda turístico depois da pandemia
capa

Como será a demanda turístico depois da pandemia

Economista traça quadro do setor, que está sofrendo sérias consequências com o coronavírus

Por
Abdon Barretto Filho - Economista, Mestre em Comunicação Social

publicidade

 

             Abdon Barretto Filho -   Economista, Mestre em Comunicação Social

Após a Pandemia, existem expectativas sobre  o aumento de viagens dentro do Brasil. A vida tende ao “ novo normal “  e o Turismo e a Hospitalidade,assim como todas as  atividades econômicas, devem buscar adaptações para atendimento da Demanda reprimida. Os destinos turísticos, as rotas, os roteiros,os eventos poderão receber visitantes mais exigentes.A segurança terá o grande destaque e pode ser o diferencial no processo decisório do visitante. Na estruturação da Oferta Turística, além da marca, da comodidade e do  preço, a segurança pode diminuir o medo.  Para aqueles destinos turísticos que conseguem entender as preferências reveladas, é uma excelente oportunidade para o desenvolvimento do setor.  Muitos turistas poderão transferir suas viagens internacionais para viagens nacionais, buscando deslocamentos  de curtas durações.  Do ponto de vista do Marketing e da Gestão de empresas e entidades do Turismo, é fundamental entender a Demanda pelos bens e/ou serviços turísticos oferecidos. Convém salientar que a Demanda é o desejo ou necessidade apoiado pela capacidade e intenção de compra e de acordo com as condições financeiras do consumidor. Análise da Demanda inclui o poder de compra,preferências e necessidades do seu consumidor. Algumas organizações ignoram as forças do mercado, principalmente o poder da Demanda, gerando frustrações nas suas atividades comerciais.É necessário recordar que, para alcançar o sucesso, algumas ações são indispensáveis para realizações de trocas no mercado, depois do conhecimento dos tipos da Demanda,a saber: negativa; inexistente; latente; irregular; plena; excessiva; indesejada e em declínio.  É óbvia uma seleção natural, eliminando os bens e/ou serviços incapazes de adaptações ou inovações de acordo com a Demanda, inclusive os destinos turísticos que não conseguem atrair visitantes. Esquecem o Marketing Turístico. Será ? São reflexões. Podem ser úteis. Pensem nisso.