capa

Uma delícia de uma nova carreira

Advogada cozinhava por hobby e um dia descobriu que essa era a sua verdadeira paixão e passou a oferecer marmitas fitness. A ideia deu tão certo que a Chef Nonô Braga já pensa em ampliar o negócio

Por
Correio do Povo

As suas delícias foram ganhando o público e receberam a marca "Chef Nono Braga". Manoela explica que herdou da avó materna o dom de cozinhar

publicidade

Manoela Braga tem formação em Direito, área em que se formou em 2007. Ela exerceu atividade na advocacia até o final de 2018. Apesar de ter passado por diversos escritórios, sentia que algo não encaixava. Nesse meio tempo, decidiu fazer um curso de Gastronomia e ali se encontrou. Mesmo trabalhando em um escritório, seguiu na advocacia, mas cozinhava para amigos e a paixão pela arte culinária só aumentava. Alguns fatores, conforme Manoela, contribuíram para que ela mudasse totalmente a sua atuação: no escritório, o cliente que ela atendia acabou rompendo contrato.... e ela entendeu que era o momento de sair e fazer realmente o que ela mais ama: manusear e temperar alimentos. "Entendi que eu precisava ir bem busca do meu sonho, sempre gostei de cozinhar e empreender...e havia chegado a hora", destaca. 

A inspiração do caminho a seguir surgiu a partir de uma experiência pessoal e também de demandas de algumas amigas que comentavam que iam na nutricionista e não tinham tempo para fazer o que era prescrito pela profissional. Muito atenta às questões do mercado, Manoela entendeu que ali havia um nicho a ser atendido: produzir marmitas para pessoas que fazem dieta, a partir de uma receita prescrita por uma profissional. E o negócio deu tão certo que ela já pensa em contratar um profissional para lhe auxiliar no atendimento da demanda, que cresce a cada dia. Ela também investirá em um curso de gastronomia  funcional e, além das marmitas fitness, a ideia é oferecer, mais adiante, pratos veganos...

As suas delícias foram ganhando o público e receberam a marca "Chef Nonô Braga". Ela explica que herdou da avó materna o dom de cozinhar e o "Nonô" era apelido da infância. Manoela acredita que, para tudo tem um tempo na vida. Ela entende que exerceu a advocacia durante um período de sua vida e essa bagagem lhe auxiliou muito em sua jornada. Porém, agora, ela prefere trilhar o rumo da gastronomia e das delícias que a vida e a profissão deverão lhe apresentar.