UM POETA NO WHATSAPP

UM POETA NO WHATSAPP

Uma poesia de Luiz Coronel feita com a lua no portal da janela em um aplicativo popular

O poeta no aplicativo de mensagens mais famoso do mundo

publicidade

A lua nova se sentou

no portal da minha janela.

As estrelas bateram palmas

há três passos da cancela.

***

Se perguntam minha idade

fujo correndo pra sala.

Às vezes, vou de triciclo,

outras vezes, de bengala.

***

Pra chegar ao teu sorriso

subo os degraus do templo.

Para ganhar os teus encantos

adentro os vagões do vento.

***

Não permita que a tristeza

corte a alegria em retalhos.

Quem tem pétalas na alma

faz das lágrimas de orvalho.

***

Esses olhos que me miram,

como entender seu dialeto?

Num olhar que se protege

quantas súplicas de afeto?

***

No branco, todas as cores,

no silêncio, os sons do mundo.

Num segundo cabe o mundo

se for denso e for profundo.

***

Lindas rosas de meu pátio,

florescem, depois desmaiam.

São eternamente efêmeras

são damas de sete saias.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895