Porto Alegre pode ter regras distintas no modelo de Distanciamento Controlado

Porto Alegre pode ter regras distintas no modelo de Distanciamento Controlado

Iniciativa foi sinalizada pelo governador Eduardo Leite

TALINE OPPITZ

Melo solicitou ao governador em encontro recente um tratamento diferenciado no mapa para Porto Alegre

publicidade

O governador Eduardo Leite (PSDB) indicou que Porto Alegre pode passar a contar com tratamento distinto no modelo de Distanciamento Controlado. “O Estado não irá se eximir de estabelecer regras para Porto Alegre, onde moram mais de 1,5 milhão de gaúchos e que é a sede do governo, mas o prefeito Sebastião Melo é um homem de diálogo e vamos encontrar uma saída, adaptando o modelo, assim como já ocorreu em outras ocasiões, ao tempo em que vivemos”, disse Leite, em entrevista ao programa Esfera Pública, da Rádio Guaíba.

Melo solicitou ao governador em encontro recente um tratamento diferenciado no mapa para Porto Alegre. Nova reunião, mas com a presença de outros prefeitos da região Metropolitana, que têm gestão plena da saúde, será realizada por Leite na quarta-feira. “Precisamos estar bem alinhados, especialmente nos temas das restrições e número de leitos, e dialogar é fundamental”, afirmou o tucano.

Há pouco, Melo anunciou o primeiro decreto de sua gestão relativo à pandemia e flexibilizou regras que em Porto Alegre eram mais duras que as estabelecidas pelo decreto estadual. O governador destacou que apesar de certa estabilidade nos últimos números relativos a contaminações e ocupação de leitos clínicos e de UTIs, há preocupação com o cenário no curto prazo, que pode ser alterado devido as aglomerações geradas pelas festas de fim de ano.

Sobre as vacinas, Leite informou que conversou na última semana, quando se afastou para poucos dias de descanso, com o Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. Segundo o tucano, o ministro deve realizar ainda esta semana anúncio sobre as medidas que assegurem contratos e a aquisição de vacinas para dar início à imunização no país ainda em janeiro. “As vacinas de Oxford e a Coronavac estão bem encaminhadas para contratação. A parti da conversa com o ministro esperamos para esta semana a  apresentação, com clareza, de calendário, honrando a tradição do Programa Nacional de Imunização, respeitado internacionalmente, destacou Leite. 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895