“Uma encrenca”: O desabafo de Fernando Haddad

“Uma encrenca”: O desabafo de Fernando Haddad

Recebendo críticas, ministro da Fazenda definiu que o país é difícil de administrar

Taline Oppitz

Ministro da Fazenda, Fernando Haddad

publicidade

Sob fogo cruzado, em meio a críticas e pressões em torno do equilíbrio fiscal, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, soltou o verbo, em uma espécie de desabafo, durante evento, sábado, em São Paulo. Haddad afirmou que o Brasil é uma encrenca e um negócio difícil de administrar.

O ministro criticou as investidas que marcam as discussões em Brasília e a atuação de ala do poder, que não se interessa verdadeiramente pelo bem do país.

''Quando a gente vai a Brasília não dialoga com o serviço público propriamente dito. A gente vai lá se defender do que está acontecendo. A todo momento você fica apreensivo. Que lei vão aprovar? O que vão fazer? Que maluquice é essa? O que estão falando? Por que não se dedicam a coisas sérias que vão mudar a vida das pessoas? Para quê essa espuma toda para criar cizânia na sociedade, briga na família? Por que a gente não foca naquilo que vai mudar para melhor a vida das pessoas?", questionou Haddad.

Também no sábado, o presidente Lula saiu em defesa de Haddad durante entrevista, na Itália. Lula disse que Haddad é seu ministro, foi escolhido por ele, e que, enquanto estiver no comando do Planalto, não será enfraquecido.

Veja Também


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895