Atletas russos terão de disputar Jogos de Inverno sob bandeira neutra
patrocinado por

Atletas russos terão de disputar Jogos de Inverno sob bandeira neutra

COI suspendeu Rússia de modalidades olímpicas por doping de estado

Agência Brasil

publicidade

O Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou nesta terça-feira que suspendeu o Comitê Olímpico da Rússia dos Jogos de Inverno de 2018, por doping de Estado. O COI permitiu que atletas do país possam participar, embora sob bandeira neutra.

"Foi decidido suspender o Comitê Olímpico Russo com efeito imediato, assim como convidar de maneira individual os atletas russos a competir nos Jogos de PyeongChang, na Coreia do Sul, sob o nome de 'Atletas Olímpicos da Rússia' e sob a bandeira olímpica", informou comunicado.

A Comissão Executiva do comitê, reunida em Lausanne, na Suíça, tomou a decisão após conhecer os resultados do chamado "relatório Schmid", que investiga o doping de Estado na Rússia. "Trata-se de um ataque sem precedentes à integridade dos Jogos Olímpicos e do esporte. Como atleta, me sinto muito triste por todos os atletas que sofreram por esta manipulação", afirmou o presidente do COI, o alemão Thomas Bach, após anunciar as medidas.

Além da suspensão do Comitê Olímpico Russo, a Executiva do COI decidiu excluir o ex-ministro do Esporte, Vitaly Mutko, e seu então vice-ministro Yuri Nagornykh de qualquer participação futura nos Jogos Olímpicos. Atualmente, Mutko é o vice-primeiro ministro da Rússia, além de chefe do Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2018 e presidente da federação de futebol nacional.

Também foi excluído o diretor do Comitê Organizador dos Jogos de Sochi 2014, Dmitry Chernyshenko, que integrava a comissão de coordenação dos Jogos de Inverno de Pequim 2022. Já o presidente do Comitê Olímpico Russo, Alexander Zhukov, foi suspenso como membro do Comitê Olímpico Internacional. Os russos também terão que pagar uma multa de US$ 15 milhões, que será destinada ao estabelecimento de uma Autoridade Independente de Exame Antidoping.

Como diz o comunicado do COI, a entidade poderá "revogar parcial ou totalmente" a suspensão do Comitê Olímpico Russo a partir do encerramento dos Jogos de PyeongChang, desde que o próprio comitê russo respeite as decisões.

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895