Barcelona anuncia que Messi "não continuará ligado" ao clube
patrocinado por

Barcelona anuncia que Messi "não continuará ligado" ao clube

Nota do time catalão diz que "as duas partes lamentam profundamente"

AFP

Messi vai deixar o Barcelona

publicidade

O craque argentino Lionel Messi não assinará sua renovação com o Barcelona e "não continuará ligado" ao clube. A informação foi divulgada pelo clube catalão nesta quinta. 

"Apesar de ter sido alcançado um acordo entre o FC Barcelona e Leo Messi e com a clara intenção de ambas as partes de assinar um novo contrato no dia de hoje, não poderá ser formalizado devido a obstáculos econômicos e estruturais", anunciou o clube em uma surpreendente reviravolta dos acontecimentos.

"Diante desta situação, Lionel Messi não continuará ligado ao FC Barcelona. As duas partes lamentam profundamente que finalmente não se possam cumprir os desejos tanto do jogador quanto do Clube", continua a nota.

O comunicado que certifica o rompimento entre as partes conclui com um agradecimento a um dos maiores jogadores da história do clube, ganhador de seis Bolas de Ouro e um mito para a torcida catalã e argentina. "O Barça quer agradecer de todo coração a contribuição do jogador ao engrandecimento da instituição e lhe deseja o melhor em sua vida pessoal e profissional".

Este não era o desfecho esperado para esta tarde. Muitos tinham como certo que Messi assinaria a renovação que o uniria até o fim de sua carreira com o clube ao qual chegou ainda menino de Rosário, sua cidade natal.

Mas não foi assim. Em sérias dificuldades econômicas e exigido pelo "fair-play" financeiro demandado pela Liga espanhola, o Barcelona não conseguiu chegar a um acordo com o maior artilheiro de sua história. O clube perde, assim, o jogador com o qual viveu sua fase mais brilhante.

Foram quatro títulos da Ligas dos Campeões, dez Ligas espanholas, e sete Copas do Rei, entre outras taças graças, em grande parte, aos 672 gols do craque argentino.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895