Boca expulsa sete sócios envolvidos em confusão contra o River na Libertadores
capa

Boca expulsa sete sócios envolvidos em confusão contra o River na Libertadores

Xeneize acabou excluído da competição após mau comportamento da torcida

Por
Lancepress

Boca expulsou sete sócios envolvidos em confusão

publicidade

O Boca Juniors anunciou nesta terça-feira a expulsão de sete torcedores que participaram dos incidentes no jogo contra o River Plate, pelas oitavas de final da Copa Libertadores. Gás de pimenta sobre os jogadores rivais e o voo de um drone sobre o estádio fizeram a partida ser suspensa. Os Xeneizes acabaram excluídos da competição.

A decisão foi tomada após uma assembleia extraordinária ser realizada nesta segunda-feira. Foram excluídos do quadro de sócios, além de Adrián Napolitano, que aparece nas imagens soltando o spray no túnel de acesso dos jogadores do River Plate ao gramado, Sergio Amor, Diego Biglia, Federico Blanco, Gustavo Florentín, Adrián Napolitano, Rodrigo Polimeni e Ernesto Ariel Rossi. Além destes torcedores, Marcos Baydoun e Carlos Javier Martínez foram suspensos por um ano. Diego Grassi, por sua vez, foi declarado inocente.

Ainda no intervalo do jogo, torcedores do Boca atiraram gás de pimenta no túnel do vestiário do River, que afetou ao menos quatro jogadores do rival. O jogo foi suspenso por falta de segurança na Bombonera e pela dificuldade destes atletas respirarem.