Botafogo anuncia o retorno de Paulo Autuori para o cargo de técnico
capa

Botafogo anuncia o retorno de Paulo Autuori para o cargo de técnico

Profissional que havia mudado de função no futebol aceitou o desafio de voltar a comandar uma equipe

Por
AE

Último trabalho de Paulo Autuori como técnico foi no Atlético Nacional da Colômbia

publicidade

Paulo Autuori está de volta ao Botafogo. Nesta quarta-feira, o Comitê Executivo de Futebol do clube anunciou a contratação do treinador campeão brasileiro pelo time em 1995. Ele retorna para a equipe como substituto do técnico Alberto Valentim, demitido no último fim de semana. "Bem-vindo de volta para casa, Autuori", celebrou o clube nas redes sociais.

Autuori volta ao Botafogo acompanhado pelo auxiliar técnico Renê Weber. E a sua apresentação oficial foi agendada para esta quinta-feira, às 13h45, na sala de imprensa do Engenhão. A participação de Autuori na conquista do título do Campeonato Brasileiro de 1995 foi bastante lembrada pelo Botafogo ao anunciar a contratação do treinador, com a divulgação de declarações dele relembrando aquele trabalho e fazendo elogios ao torcedor do clube.

A passagem em 1995 foi apenas a primeira de Autuori pelo Botafogo e também a de maior sucesso. Depois, ele voltou ao time em 1998 e 2001, retornando agora, quase vinte anos depois, para o seu quarto trabalho.

Essa volta de Autuori se dá em um contexto de transformação iminente no Botafogo, prestes a adotar o modelo de clube-empresa. E o Comitê Executivo de Futebol, montado para esse período de transição, conta com Carlos Augusto Montenegro, presidente do time na conquista do Brasileirão de 1995, algo que teve influência direta na sua contratação.

Com um currículo extenso como técnico, o que inclui as conquistas de um Mundial de Clubes e duas edições da Copa Libertadores, Autuori vinha evitando trabalhar na função em clubes brasileiros nos últimos anos, tanto que a última vez em que a exerceu no País foi em 2017, no Athletico-PR. Depois, teve passagens rápidas por Ludogorets, da Bulgária, e Atlético Nacional. No ano passado, em trabalho que durou menos de seis meses, foi superintendente de futebol do Santos.

O Botafogo demitiu Valentim no último domingo, após a derrota por 3 a 0 para o Fluminense, resultado que encerrou a decepcionante campanha do time na Taça Guanabara, o primeiro turno do Campeonato Carioca, sem nem mesmo conseguir a classificação às semifinais. A equipe também participa da Copa do Brasil e está garantido na segunda fase.