Brasil vence Irlanda e chega na final do Torneio de Toulon
capa

Brasil vence Irlanda e chega na final do Torneio de Toulon

Com a vitória, Seleção Olímpica garantiu 100% de aproveitamento na competição

Por
Correio do Povo

Seleção Olímpica Brasileira joga contra o Japão pela final do Torneio Maurice Revello

publicidade

O Brasil venceu a Irlanda, na tarde desta quarta-feira, por 2 a 0 na semifinal do Torneio de Toulon. Com gols de Paulinho e Matheus Cunha, a Seleção Olímpica Brasileira chega na sua quarta vitória e garantiu o 100% de aproveitamento na competição. O time joga a final contra o Japão, no próximo sábado. 

O jogo 

Só deu Brasil no primeiro tempo. De olho na vaga na final, a seleção imprimiu um ritmo frenético no início do confronto e por pouco não abriu o marcador. Aos dois, Matheus Cunha foi derrubado dentro da área e o juiz apontou para a marca do pênalti. 

Na cobrança, Douglas Luiz buscou o canto esquerdo do goleiro irlandês, mas mandou para fora. Logo no minuto seguinte, Pedrinho deu passe em profundidade para Matheus Cunha, que chutou cruzado rente à trave. A pressão não demorou muito para surtir efeito. 

Depois de um bela trama brasileira, a bola finalmente encontrou o caminho do gol, aos 14 minutos. Iago escorou de cabeça para Matheus Cunha, o atacante percebeu a aproximação de Paulinho e tocou para o companheiro, que finalizou rasteiro direto para o fundo das redes.

Com a vantagem no placar, a seleção passou a controlar mais a partida e quase chegou ao segundo na marca dos 36. Paulinho recebeu na área e bateu colocado por cima da meta irlandesa.

Na volta do intervalo, o Brasil não deu nem tempo para a Irlanda pensar em reagir. Com menos de um minuto de bola rolando, a dobradinha Paulinho e Matheus Cunha voltou a funcionar, mas dessa vez o camisa 19 foi quem mandou para o gol: 2 a 0. Aos 23, a Seleção teve mais uma boa chance. Pedrinho aproveitou uma sobra na área e mandou uma bomba, que desviou da defesa e foi para fora. 

O terceiro da seleção só não veio porque o arqueiro irlandês fez grande defesa após finalização de Guga, aos 33. Sem sofrer na defesa, a equipe do técnico André Jardine segurou o resultado até o apito final e garantiu a classificação para a decisão do torneio.