Brawn diz que Raikkonen é caro demais para equipe
capa

Brawn diz que Raikkonen é caro demais para equipe

Salário de piloto finlandês é estimado em R$ 80 milhões

Por
AE

Brawn diz que Raikkonen é caro demais para equipe

publicidade

O finlandês Kimi Raikkonen, campeão da Fórmula-1 em 2007, ainda não encontrou uma equipe para correr na próxima temporada. E um dos motivos parece é o salário do finlandês, estimado em 30 milhões de euros (cerca de R$ 80 milhões) anuais. E Ross Brawn, dono da Brawn GP, afirmou que, pelo valor que está pedindo, o finlandês não teria chances pela escuderia.

"Ele é muito caro. O empresário dele está negociando como se a compensação pela dispensa da Ferrari não existisse", disse Ross em entrevista à revista alemã Auto Motor und Sport. A questão financeira já interrompeu as negociações de Raikkonen também com a Toyota.

Demitido pela Ferrari antes do fim de seu contrato - que só terminaria no fim de 2010 -, Raikkonen receberá uma multa rescisória no valor de um ano de seu salário. Mesmo pedindo alto, o finlandês diz que ainda briga por uma vaga na McLaren. Caso a negociação não dê certo, ele pode buscar uma chance no Mundial de Rali.