Capitães, Diego e Everton Ribeiro afirmam que grupo do Flamengo nunca desistiu
capa

Capitães, Diego e Everton Ribeiro afirmam que grupo do Flamengo nunca desistiu

Rubro-Negro reagiu no final da segunda etapa e fez 2 a 1 contra o River Plate

Por
AE

Diego vibrou com a conquista da taça

publicidade

Responsáveis por levantar a taça de campeão da Copa Libertadores ao lado de Diego Alves, os meias Diego e Everton Ribeiro afirmaram que, dentro de campo, a equipe do Flamengo nunca deixou de acreditar na conquista. O rubro-negro estava perdendo por 1 a 0 para o River Plate até os 43 minutos, quando Gabriel empatou e depois virou aos 46 do segundo tempo. "Eu acreditava muito. Não quer dizer que não sentíamos a dificuldade, mas conversamos no intervalo. Tudo que aconteceu foi normal, jogar contra o River Plate numa final. "Saímos atrás, mas mantivemos o que fizemos até aqui, que é jogar bola e buscar o gol", disse Diego. 

O meia entrou na segunda etapa no lugar do volante Gerson, que sentiu lesão. Para o veterano, estar em campo teve um sabor especial. Com uma fratura com lesão no ligamento do tornozelo esquerdo, sofrida no dia 24 de julho, Diego quase ficou de fora de toda a temporada. Quando ele deixou a equipe, era o capitão e por isso foi chamado por Everton Ribeiro na hora de celebrar a conquista no pódio. 

O novo dono do posto de capitão também reforçou que o grupo se manteve confiante até o apito final. "Foi a cara do Flamengo, acreditando até o final. Valeu a pena todo esforço que fizemos para chegar até aqui", disse em entrevista à Fox Sports. "Saímos perdendo, mas mantivemos o que fizemos até aqui que foi jogar bola e, graças a Deus, conseguimos. Foi maravilhoso, foi à la Flamengo, sofrido até o final, melhor do que eu sonhava. Está todo mundo de parabéns, a torcida invadiu Lima e todos os estádios do Brasil pra ver a gente. Estamos do mesmo lado agora, a historia está marcada e estou muito feliz por fazer parte da historia do Flamengo", completou.