Com pênalti perdido por Sánchez no fim, Fortaleza vence Santos em casa

Com pênalti perdido por Sánchez no fim, Fortaleza vence Santos em casa

Resultado encaminhou ida do time de Rogério Ceni para a Sul-Americana de 2020

Por
AE

Fortaleza venceu o Santos e encaminhou vaga na Sul-Americana de 2020


publicidade

Em um jogo aberto e com pênalti perdido no fim por Carlos Sánchez, o Fortaleza sacramentou a sua permanência na Série A do Campeonato Brasileiro ao vencer o Santos por 2 a 1, no Castelão, pela 35ª rodada, nesta quinta-feira, naquele que foi o primeiro triunfo da sua história sobre o clube paulista.

O resultado levou o Fortaleza aos 46 pontos, o que já o deixa em boas condições para se garantir na próxima Copa Sul-Americana. Já o Santos, mesmo derrotado, sustentou a segunda posição em função da derrota do Palmeiras para o Fluminense, com 68 pontos.

Sánchez foi um dos personagens da partida ao recolocar o Santos no jogo ao marcar o seu gol quando o time perdia por 2 a 0, mas também falhando no pênalti que determinaria a igualdade no fim. Poderia ser um resultado mais justo para o seu time, que fez um duelo franco com o Fortaleza, mas viu seus zagueiros reservas - Luan Peres e Luiz Felipe - terem desempenho irregular. Além disso, a equipe perdeu muitas oportunidades de gol.

Os times voltarão a campo no domingo, pela penúltima rodada. O Fortaleza visitará o Goiás, às 16 horas, no Serra Dourada, enquanto o Santos será mandante contra a Chapecoense, às 19h, na Vila Belmiro.

O jogo

Para o duelo que encheu o Castelão, Sampaoli voltou a mudar o Santos e a apostar em uma variação tática. Além de trocar os suspensos Gustavo Henrique e Marinho por Luiz Felipe e Derlis Gonzalez, optou pela escalação de um terceiro zagueiro, Luan Peres, improvisado na lateral esquerda, além de promover o retorno de Diego Pituca ao meio-campo. No entanto, não houve gols na etapa inicial.

Logo no começo da etapa final, o Fortaleza saiu na frente. Aos quatro minutos, em cobrança de falta colocada, Edinho colocou a bola no ângulo esquerdo da meta santista, com Everson chegando a tocá-la, mas não conseguindo fazer a defesa ao deixar a impressão de que pulou atrasado.

Em desvantagem, o Santos viu Sampaoli alterar o seu esquema, colocando Evandro em campo, na vaga de Luan Peres, o que levou Pituca a atuar como lateral-esquerdo. E o time se lançou ao ataque, mas seguiu falhando nas finalizações, como aos 12 minutos, quando Derlis bateu para fora após cruzamento do volante de origem.

Só que o Fortaleza aproveitou a desorganização da defesa do Santos para marcar novamente. Aos 19, Romarinho avançou pela direita e cruzou para trás da linha de fundo. A bola voltou a desviar em Luiz Felipe e sobrou para Osvaldo finalizar às redes.

Mas o Santos não desistiu. Seguiu no ataque e diminuiu aos 23, com cabeceio certeiro de Sánchez, seu artilheiro na temporada com 17 gols, ao completar cruzamento de Pituca. E o time cresceu com esse gol, perdendo boas chances com Soteldo e Derlis. O Fortaleza também teve contra-ataques para matar o jogo, com Osvaldo, mas não aproveitou.


A melhor chance de o Santos empatar a partida surgiu aos 40 minutos, após a arbitragem marcar pênalti em Evandro após consulta ao VAR. Só que Sánchez acertou a trave na sua cobrança, permitindo que o Fortaleza assegurasse a sua vitória. Tenso, o Santos teve Soteldo expulso nos minutos finais, além de Pará por reclamação ao término do duelo.