Conheça os protocolos da FGF para retomar o Gauchão

Conheça os protocolos da FGF para retomar o Gauchão

Proposta apresentada ao governo prevê o reinício em 19 de julho e com término em 8 de agosto, caso seja necessária duas partidas decisivas

Correio do Povo

Se o Caxias, campeão do 1º turno, não conquistar o 2º, jogos decisivos ocorrerão em 5 e 8 de agosto

O presidente da Federação Gaúcha de Futebol (FGF), Luciano Hocsman, saiu “esperançoso” da reunião de quinta-feira que teve com à equipe de secretários do governo do Estado para apresentar uma proposta para retomar o Gauchão. Segundo o dirigente, os protocolos apresentados ao Executivo estadual foram muito elogiados, mas não ocorreu uma definição. Isso deverá acontecer nos próximos dias. O projeto apresenta normas rígidas para que a disputa retorne aos gramados, como uma série de testes em todos os envolvidos, sedes regionalizadas, concentrações por longos períodos e entrevistas coletivas apenas com os técnicos.

Segundo o projeto, o Campeonato Gaúcho terá o reinício no dia 19 de julho com seis partidas, entre elas o Gre-Nal e o Bra-Pel, na Boca do Lobo. O clássico entre Brasil e Pelotas será o único jogo disputado na cidade da zona Sul na reta final do segundo turno..

As sedes escolhidas pela FGF são: Arena do Grêmio, Beira-Rio, Estádio Francisco Noveletto (antigo Passo D’Areia), em Porto Alegre, Cristo Rei, em São Leopoldo, Estádio do Vale, em Novo Hamburgo, Centenário e Alfredo Jaconi, ambos em Caxias, e Montanha dos Vinhedos, em Bento Gonçalves. A fase classificatória do segundo turno tem a data marcada para terminar no dia 26 de julho.  

Na retomada dos treinamentos, todos os clubes envolvidos terão que realizar testes para detectar a Covid-19. No final da preparação, novos exames serão realizados e, no mesmo dia, as agremiações entrarão em concentração até o final dos três jogos do segundo turno.

Após a eliminação de oito equipes, ocorrerão novos testes nos classificados. Eles também entrarão no regime de concentração até o final do Gauchão, ou até a desclassificação. Os atletas ficarão, preferencialmente, em acomodações individuais nos hotéis ou, no máximo, dois atletas por quarto. Os deslocamentos serão de forma a minimizar o número de pessoas e jogadores em cada ônibus.

As partidas semifinais do turno ocorrerão no dia 29 de julho, uma quarta-feira, e a final em 2 de agosto, um domingo. Se o Caxias, campeão do primeiro turno, não conquistar o segundo turno,  as partidas decisivas serão disputadas nos dias 5 e 8 de agosto.

•• Confira os principais protocolos apresentados pela FGF

• Duas baterias de 50 testes para detectar a Covid-19 durante os treinos. Na reapresentação e no fim da preparação.

• Concentração para todos os testados para as três rodadas da fase classificatória do segundo turno, com limite de atletas por quarto.

• Maqueiros, gandulas, profissionais da imprensa e demais envolvidos no protocolo de jogo terão que realizar o teste

• Somente 31 pessoas em cada delegação. A FGF aconselha que eles sejam distribuídos em dois ônibus para evitar aglomerações.

• Jogos sem torcida

• Limite de 50 profissionais em cada jogo, com 25 nas áreas da competição e 25 nas funções administrativas.

• Atletas e comissão técnica poderão utilizar o vestiário no intervalo e no final do jogo, mas mantendo os protocolos de segurança para evitar a Covid-19. A hidratação dos atletas dever ser individualizada, utilizando-se de garrafas ou copo descartável.

• Entrevista coletiva de duas horas, no máximo, apenas com o treinador das equipes. Um jornalista da FGF com um número de WhatsApp, previamente distribuído aos veículos de imprensa, receberá uma pergunta de cada emissora de rádio e TV e fará para os comandantes dos times.

• Apenas um repórter da emissora que detém os direitos de transmissão fará a reportagem na beira do gramado. As demais emissoras terão que fazer os jogos através das imagens de tevê fora do estádio.

Apesar da expectativa positiva da FGF, existe a possibilidade de a competição só ser liberada para iniciar em agosto. Neste caso, as datas serão remanejadas. A definição do governo do Estado deve ocorrer na próxima semana.

Confira a íntegra do documento no site da federação


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895