Empate no Gre-Nal traz estabilidade ao Grêmio e promessa de evolução ao Inter
patrocinado por

Empate no Gre-Nal traz estabilidade ao Grêmio e promessa de evolução ao Inter

Tricolor ganhou tranquilidade para trabalhar com Felipão e o Colorado deu mais um passo na superação da crise técnica

Correio do Povo

Taison e Douglas Costa atuaram bem no clássico

publicidade

O saldo do Gre-Nal não foi nem positivo nem negativo para Grêmio e Inter  As avaliações do vestiário trouxeram perspectivas diferentes para o futuro das duas equipes gaúchas que seguem em crise no Campeonato Brasileiro. No Tricolor, a análise é de que o empate em 0 a 0 dará estabilidade ao time, enquanto no Colorado, ainda que tenha lamentado a igualdade, a boa notícia ficou por conta da possibilidade de Diego Aguirre ter finalmente encontrado a escalação ideal.  

"Estou satisfeito com o resultado pelas circunstâncias. O Grêmio merece mais e tem conseguido mais vantagem contra esse adversário, mas as circunstâncias do momento me fazem acreditar que foi um resultado que nos dá um pouco mais de equilíbrio e estabilidade", disse o vice-presidente de futebol do clube, Marcos Hermann. 

O dirigente ainda fez elogios a Luiz Felipe Scolari e afirmou que o Grêmio foi montado para competir. "Eu vi o Felipão dos anos 90, montando um time extremamente competitivo, que fez muitos desarmes durante o jogo. Estamos crise? Estamos. Então não podemos pretender jogar um futebol brilhante. Temos que nos equilibrar e partir daí começar a jogar um melhor futebol como foi hoje para fazer um campeonato condizente com o nome do Grêmio", acrescentou. 

No lado Colorado, ficou o lamento pelo empate por conta da atuação da equipe. No Gre-Nal, o Inter teve mais chances, principalmente nos minutos finais, quando Yuri e Patrick obrigaram o goleiro do Grêmio Gabriel Chapecó fazer duas defesas espetaculares para salvar o Grêmio de uma derrota na Arena. Ainda assim, o técnico Diego Aguirre e o presidente Alessandro Barcellos viram evolução na equipe. 

"É óbvio que fica uma certa frustração porque para mim merecíamos a vitória, mas temos que nos conformar com o resultado. Tivemos evolução e melhoramos muito o nosso jogo", analisou Aguirre. 

Barcellos foi mais além e quer ver o Inter confirmando este pequeno crescimento na Libertadores e nas próximas rodadas do Brasileirão. "Se tinha uma equipe que merecia a vitória era o Inter. Tivemos uma evolução que precisa ser confirmada nas próximas partidas, mas já mostramos a capacidade do grupo, de que é possível brigar por coisas grandes, por uma posição melhor na tabela. Poderíamos ter vencido o Corinthians em São Paulo e merecíamos ter vencido hoje", salientou o mandatário colorado. 

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895