Duda evita polêmica sobre Tetê e fala em proposta irrecusável do Shakhtar
capa

Duda evita polêmica sobre Tetê e fala em proposta irrecusável do Shakhtar

Vice de futebol do Grêmio admitiu que o Grêmio deve investir mais na base porque vale a pena

Por
Correio do Povo

Jogador comparou estruturas do tricolor com centro de treinamento do Criciúma

publicidade

O garoto Tetê se despediu do Grêmio nesta segunda-feira após a venda para o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia. Após o jogo diante do Veranópolis, o técnico Renato Portaluppi afirmou, em referência ao ex-atacante gremista, que não irá aproveitar jogadores de base por influência de terceiros. Ao falar sobre a declaração do treinador, o diretor de futebol Duda Kroeff reiterou que a saída de Tetê se deu pela oferta "irrecusável" do clube ucraniano. 

“Foi uma proposta, no meu entender, irrecusável. Quando falei com o presidente sobre isso antes disse que venderia. O Grêmio tinha 60% do jogador e ficou com 15%. Então vender 45% por 10 milhões de euros é um valor considerável. O que o Renato falou foi que ele não vai chamar ninguém da base por insistência do empresário, da família ou do próprio jogador. Foi isso que ele quis deixar bem claro. O Tetê foi vendido porque a oferta foi muito boa”, completou.

Chamou atenção ainda, durante a coletiva de saída de Tetê,  a frase em que ele disse que esperava que parte do valor da negociação fosse investido pelo clube gaúcho para melhorar a estrutura do CT de Eldorado. Duda preferiu evitar a polêmica e deu razão ao atleta. O dirigente disse que o Grêmio deve melhorar sua estrutura e garantiu não se incomodar com a comparação feita pelo garoto sobre o centro de treinamento do Criciúma, em Santa Catarina.

• Renato aprova venda de Tetê e manda recado: “Ninguém sobe no grito”

"Penso, sim, que alguma coisa deve ser investida na base porque vale a pena. A gente tem excelente estrutura, mas não é perfeita. Pode melhorar, sim. Ele tem razão. O Criciúma eu não conheço, mas ouvi comentários de que é uma excelente estrutura, que os gramados são maravilhosos”, avaliou. Sobre a proposta do Shakhtar, Duda Kroeff afirmou que era irrecusável. O dirigente ainda disse que a venda de Tetê não se deu pela exigência por parte do empresário de que ele fosse para o elenco profissional caso ficasse no Grêmio.