Grêmio celebra 117 anos, e torcida vive expectativa por chegada de Cavani

Grêmio celebra 117 anos, e torcida vive expectativa por chegada de Cavani

Segundo Romildo Bolzan, jogador teria ficado impactado com expectativa do torcedor pela sua contratação

Por
Correio do Povo

Grêmio celebra 117 anos, e torcida vive expectativa por chegada de Cavani


publicidade

O Grêmio celebra nesta terça-feira, dia 15 de setembro, 117 anos de existência. E na data do aniversário há a possibilidade do anúncio de um grande presente: Edinson Cavani. As negativas recentes do dirigentes, incluindo o presidente Romildo Bolzan, e do técnico Renato Portaluppi, fazem parte de um capítulo passado, principalmente depois das declarações do próprio mandatário que serviram para reacender a expectativa em torno da chegada do centroavante uruguaio. 

De acordo com Romildo, o jogador ficou impactado com a comoção criada em torno da sua possível contratação pelo Grêmio. A informação teria sido confirmada pelo representante do atleta. "De repente ele vem. Está impactado com a repercussão em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul e no país", afirmou o presidente gremista. 

E nesta terça-feira pela manhã, o diretor do departamento jurídico do Grêmio, Nestor Hein, comemorou o aniversário do Tricolor em espanhol. 

Na semana passada, Cavani comunicou sua despedida de Paris, na França. A postagem feita no Twitter foi o suficiente para atiçar ainda mais os torcedores do Grêmio. A mensagem, porém, não revelou o destino do atleta. 

O atacante segue na mira de clubes europeus, e ainda pode reforçar equipes que disputam a Liga dos Campeões, já que o fechamento da janela internacional acontece apenas em 5 de outubro.

Enquanto a situação de Cavani não é definida, o Grêmio comemora mais um aniversário e se desloca até o Chile para buscar na Libertadores a saída para uma fase ruim no Campeonato Brasileiro.