Jean Pyerre decide por futebol turco, mas pré-acordo com Athletico-PR atrasa negócio
patrocinado por

Jean Pyerre decide por futebol turco, mas pré-acordo com Athletico-PR atrasa negócio

Grêmio aguarda definição do negócio para confirmar saída

Mauri Dorneles

Grêmio aguarda definição do negócio para confirmar saída de Jean Pyerre

publicidade

O destino de Jean Pyerre já foi decidido. O jogador, que estava entre Athletico-PR e o futebol turco, decidiu, nesta segunda-feira, que irá à Europa. O staff do jogador comunicou ao clube paranaense sobre sua decisão. O problema é que, segundo o departamento jurídico do Furacão, o jogador havia assinado uma minuta de proposta, com os valores e demais condições do contrato de empréstimo até o final deste ano. 

Veja Também

Desta forma, os paranaenses notificaram extrajudicialmente o jogador, encaminhando cópia para o Grêmio, sobre a infração que sua desistência gerou. Conforme o clube, o documento assinado já estabelece um vínculo. De acordo com o artigo 430, do Código Civil, “se a aceitação, por circunstância imprevista, chegar tarde ao conhecimento do proponente, este comunicá-lo-á imediatamente ao aceitante, sob pena de responder por perdas e danos”. É sobre esse trecho que se debruça a defesa athleticana no caso.  Assim, Jean Pyerre deve ser obrigado a pagar um ressarcimento, que será calculado pela Justiça com base nos valores do contrato, ao clube.

O Departamento Jurídico do Athletico garante que o Grêmio não tem responsabilidade sobre o caso, uma vez que entre os clubes tudo estava previamente resolvido e assinado.

“O Grêmio cumpriu tudo junto com Athletico, alinhou junto ao jurídico, todas condições contratuais. Estava tudo certo entre clube e Grêmio. Temos uma ótima relação, recentemente emprestamos o Nicolas ao Grêmio.”, declara o advogado do Athletico, Rodrigo Gama Monteiro. 

De acordo com Dênis Abrahão, vice de futebol do Grêmio, as partes entre os clubes estavam assinadas, contudo, o dirigente desconhece a assinatura de Jean Pyerre ao Furacão.

Já o presidente do Athletico, Mário Celso Petraglia, confirma que o assunto está a cargo dos advogados do clube. “O nosso jurídico vai analisar os contratos e avaliar nossos direitos”, afirmou o mandatário. 

Ainda de acordo com o jurídico do Athletico, o staff do atleta se exime de responsabilidade, afirmando que a desistência é única e exclusivamente uma decisão do jogador, em ir para a Túrquia, por empréstimo de 5 meses.

O grupo do Furacão se reapresentou no CT do Caju nesta segunda-feira, onde a presença de Jean Pyerre era esperada.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895