Meio-campo mais produtivo do Grêmio pode reaparecer em decisão contra o Santos

Meio-campo mais produtivo do Grêmio pode reaparecer em decisão contra o Santos

Tricolor mantém mistério, mas tem chances de contar com Matheus Henrique, Darlan e Jean Pyerre na Vila

Rafael Peruzzo

Clube despista sobre a situação de Jean Pyerre

publicidade

O torcedor gremista ainda tem frescas na memória as lembranças das melhores atuações do time na temporada. A vitória contra o Fluminense no Maracanã, os 2 a 0 sobre o Guaraní, no Paraguai, pela Libertadores, os 4 a 2 sobre o Ceará no Campeonato Brasileiro. Todas elas aconteceram há pouco tempo. E todas trazem algo em comum: Matheus Henrique, Darlan e Jean Pyerre formaram o meio-campo nesses jogos. A um dia do jogo mais importante do ano até o momento, a tendência é que os três voltem a jogar juntos no duelo de volta com o Santos pelas quartas de final da Libertadores.

Não há nenhum tipo de confirmação, até porque a comissão técnica e o departamento médico não externam a situação clínica dos jogadores. Jean Pyerre ficou de fora das últimas três partidas e o Grêmio conta com o reforço do camisa 10 amanhã na Vila Belmiro. Maicon teria sentido um problema muscular na panturrilha durante os treinamentos do final de semana, abrindo espaço para Darlan retomar a titularidade. São mistérios que colocam um temperoamais em jogos dessa envergadura.

A preservação de Pinares no jogo com o Goiás, no sábado, também indica que o chileno tem grandes chances de iniciar em Santos. “É um jogador importante (Jean Pyerre), como todos os outros. Ele vem numa grande fase, com gols e assistências, acrescenta muito pela sua qualidade. Mas o Grêmio é muito grande para depender só do Jean Pyerre. Se ele não jogar, temos que ir lá e buscar a classificação da mesma maneira”, destaca o lateral Victor Ferraz.

Renato e os jogadores admitem que o Santos foi melhor no primeiro jogo. Na segunda partida, o entendimento é de que o confronto terá outras características. “Eu não acredito que o Santos vai jogar retrancado. É um time que tem por característica, principalmente na Vila, de jogar para a frente. Eles devem propor o jogo. E nós, dentro da estratégia que o Renato montar, vamos tentar propor de uma maneira que fique bom para nós. Tem tudo para ser um grande jogo”, finaliza Ferraz.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895