Renato elogia Grêmio apesar de placar fechado contra o Corinthians
capa

Renato elogia Grêmio apesar de placar fechado contra o Corinthians

Treinador afirmou que adversário sabe se defender muito bem e diz faltou apenas o gol ao Tricolor

Por
Correio do Povo

Renato afirmou que o Grêmio não conseguiu furar bloqueio do Corinthians

publicidade

Apesar do 0 a 0 na Arena contra o Corinthians, o técnico Renato Portaluppi afirmou que gostou da atuação do seu time na noite deste sábado. Para o comandante gremista, faltou apenas o gol. 

"É muito mais fácil - e bota fácil nisto - destruir do que construir. Não conseguimos furar o bloqueio do Corinthians, que é uma equipe que se defende muito bem. Eu gostei do meu time hoje, faltou apenas o gol. A gente tentou de todas as formas, mas infelizmente a gente não teve sucesso", disse Renato. 

O técnico gremista explicou a série de mudanças que fez para o começo da partida, principalmente a entrada de André na vaga de Diego Tardelli. "As mudanças foram feitas porque jogamos debaixo de chuva. Atuamos há três dias e não tem como repetir a equipe. Os atletas são humanos e hoje vocês (jornalistas) viram vários atletas com a perna pesada. Pelo grupo que tenho, eu posso mudar algumas peças que o conjunto continua", argumentou. 

Ele ainda falou sobre a suposta insistência com André. "Eu insisto no André porque sou o treinador. Acho que há uma perseguição da imprensa em cima do André. Já falei que coloquei ele hoje porque o Tardelli estava sentido uma das pernas pesada e eu não sou louco de colocá-lo depois de atuar contra o Flamengo, num campo pesado, correndo o risco de perder o jogador para o restante do ano. O André vai jogar quando eu achar que tem que jogar. Pronto. Esta é a minha definição", colocou. 

A oitava colocação do Grêmio no Brasileirão ainda não é motivo de preocupação para Renato, que demonstra confiança na chegada da equipe ao G4. "Sem fazer metas, mas queria estar no G4. É compreensível estarmos ali porque o Grêmio chegou a disputar três competições, então fica difícil. Algumas equipes se aproveitaram disso e ganharam gordura. Acho que vamos brigar e podemos chegar ao G4. Faltam muitas rodadas, mas o importante é não deixar esse pessoal do G4 escapar e contra o Ceará temos que conquistar os três pontos", alertou.