Renato exalta crescimento do Grêmio e se emociona com marca de 384 jogos

Renato exalta crescimento do Grêmio e se emociona com marca de 384 jogos

Técnico superou Oswaldo Rolla e é o treinador com maior número de partidas no comando do Tricolor

Correio do Povo

Técnico lamentou a quantidade de chances perdidas durante a partida

publicidade

Novo recordista em número de partidas como treinador do Grêmio, Renato Portaluppi exaltou a partida de sua equipe nesta noite e festejou a marca de 384 jogos pelo Tricolor. O técnico superou Oswaldo Rolla na vitória contra o Goiás, nesta segunda-feira, na Arena, pelo Brasileirão. 

"Muito feliz por quebrar mais esta marca, mais um recorde que ajuda a quebrar no Grêmio. Agradecimento especial ao Romildo, ao Preis, que me fez o convite lá atrás, a diretoria e ao meu grupo. Espero quebrar mais recordes nestes três meses com essas pessoas todas. Fico feliz por ter superado grandes treinadores como o Foguinho e o Felipão. Se, um dia, o Felipão quiser voltar para o Grêmio, ele vai me superar", exaltou. "Meus pais lá no céu tenho certeza que estão vendo e tendo orgulho do filho aqui embaixo. Eu vou seguir orgulhando eles e toda minha família", acrescentou emocionado. 

Em boa fase, há catorze partidas sem perder, dois pontos do líder do campeonato brasileiro, vivo na Libertadores e na Copa do Brasil, Renato aproveitou para relembrar suas entrevistas no momento instável do Tricolor nesta temporada.

"É bom saber que há um mês, 40 dias, falei que o Grêmio, quando tivesse todos os jogadores, ia crescer, decolar, chegar nas competições, e muita gente estava falando um monte de besteira. E essas pessoas sumiram, né? Não sei por quê", salientou. 

Sobre o jogo, o comandante gremista enalteceu a participaçaõ do meia Jean Pyerre, um dos destaques do confronto desta noite, com um gol e iniciando a jogada do segundo tento.

"É importante o crescimento dele não só dentro do campo, mas profissionalmente. É uma coisa que a gente cobrava bastante dele dentro do clube. Tenho falado com ele quase que diariamente. É um jogador que pode ser vendido para a Europa, que pode chegar na Seleção Brasileira. Depende dele", indicou. 

Vivo em três competições, o Grêmio vai ajustando a equipe conforme as necessidades de cada partida, de acordo com Renato. "Nosso objetivo é ganhar, ganhar e ganhar. Não importa a competição". "A gente trabalha para ganhar no mínimo um título. Se vamos ganhar, não sei. Mas a gente trabalha para isso", garantiu. 

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895