Romildo classifica momento do Grêmio como "constrangedor", mas crê em recuperação no Brasileiro

Romildo classifica momento do Grêmio como "constrangedor", mas crê em recuperação no Brasileiro

Presidente descartou saída do técnico Luiz Felipe Scolari

Correio do Povo / Rádio Guaíba

Romildo descartou saída do técnico Luiz Felipe Scolari

publicidade

O presidente Romildo Bolzan Jr. classificou o momento do Grêmio como "constrangedor". Em situação muito delicada, na zona de rebaixamento desde o início do Brasileirão, o drama se agravou após a derrota em casa por 2 a 1 para o Sport, na Arena, neste domingo. 

Bastante abatido, o presidente lamentou muito a derrota diante do vice-lanterna do campeonato, e que existiu a frustração após o resultado, classificado por ele como inesperado. "Não adianta entrar na negação desse processo. É uma situação bastante difícil, frustrante. Mas vamos tentar reorganizar para seguir em frente", admitiu, me entrevista à Rádio Guaíba.

Segundo Romildo, o clube trabalha internamente em todas as frentes para sair dessa situação. E garantiu que a responsabilidade segue dividida entre jogadores, comissão técnica e direção do Grêmio. "Não adianta terceirizar a culpa. Não se trata disso. Todos nós temos que fazer a autocrítica e encontrar os caminhos", reconheceu.

Apesar do clima de cobrança após a derrota, o presidente garantiu que não houve nada de anormal no vestiário na Arena. "Em um ambiente competitivo, é natural que haja a frustração diante do resultado negativo. Quem fica indiferente, está equivocado", frisou.

Mesmo diante das cobranças e do pouco futebol apresentado desde a chegada do técnico Luiz Felipe Scolari, Romildo descartou qualquer tipo de troca no comando técnico da equipe. E pediu "solidariedade" de todas as partes para reverter a situação. "Não existe isso. Independente da situação, são eles quem vão resolver nosso problema. Não é o momento de comprometer o ambiente", destacou.

Aposta em Campaz

O presidente também falou sobre o meia Campaz. Pouco utilizado até o momento pelo comandante, ele entrou no segundo tempo e foi um dos poucos destaques na partida do domingo. "É um jogador muito efetivo, mas que precisa entender como trabalhamos taticamente. Podem ficar seguros, que será um grande jogador do clube. Vocês verão do que ele é capaz", assegurou.

O Grêmio enfrenta o Cuiabá nesta quarta-feira, às 21h30min. A partida, válida pela 24ª rodada do Brasileirão, acontece na Arena.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895