Aguirre defende Edenílson e diz que expulsão "acabou com o jogo"

Aguirre defende Edenílson e diz que expulsão "acabou com o jogo"

Volante foi expulso logo após marcação de pênalti que deu vitória ao Palmeiras

Correio do Povo

Na próxima rodada, o Colorado enfrenta o Bragantino, na quinta-feira, às 20h

publicidade

O técnico Diego Aguirre criticou a arbitragem em coletiva realizada após a derrota para o Palmeiras, na tarde deste domingo, por 1 a 0, na Allianz Parque. Para o comandante colorado, a expulsão de Edenílson “acabou com o jogo”, algo que poderia ser corrigido apenas com “um cartão amarelo”.

“Nós estávamos fazendo um bom jogo, mas, em um minuto, tudo mudou. Não somente o pênalti, mas a expulsão também. Acho que um cartão amarelo poderia solucionar. É errado, mas o árbitro tem que entender que o jogador está nervoso com o jogo”, disse Aguirre.

Veja Também

Questionado sobre a atitude de Edenílson, que fez sua primeira partida depois de retornar da Seleção, o treinador disse que ainda não havia conversado com o jogador, mas defendeu o volante novamente, dizendo que o cartão amarelo estaria de bom tamanho.

Aguirre ainda explicou sobre o retorno de Zé Gabriel à equipe. O jogador, que não vinha sendo utilizado como zagueiro, ganhou nova oportunidade, dessa vez, como volante, aproveitando a falta de opções com a ausência de Rodrigo Lindoso. “Foi ele que me pediu para voltar a sua posição original de volante. Então sempre tenho que respeitar a vontade do jogador”, ponderou.

O Inter agora segue o seu "campeonato paulista" à parte. Na próxima rodada, o Colorado enfrenta o Bragantino, na quinta-feira, às 20h, no Beira Rio. Depois, pega o Corinthians – todos adversários diretos na vaga direta à Libertadores. 

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895