Bruno Méndez alerta Inter para jogo bastante físico do Olimpia

Bruno Méndez alerta Inter para jogo bastante físico do Olimpia

Zagueiro uruguaio ressaltou que momento é de “esquecer” o Brasileirão e focar nas oitavas da Libertadores

Correio do Povo

Zagueiro Bruno Méndez quer Inter concentrado para sair do jogo contra o Olimpia no estádio Manuel Ferreira com os três pontos

publicidade

O zagueiro Bruno Méndez concedeu entrevista coletiva nesta quinta-feira e alertou para um jogo "bastante físico" que o Inter terá que enfrentar diante do Olimpia, no Paraguai. O uruguaio chegou ao clube gaúcho durante a paralisação da Libertadores para a Copa América e não enfrentou os paraguaios na fase de grupos.O defensor disse que o grupo colorado estudou o adversário e acredita em uma partida difícil na quinta-feira.

“Será uma partida muito física. O Inter enfrentou eles na fase de grupos, mas eu não estava aqui. Eles têm um time bem duro e aguerrido. A Libertadores é muito difícil, mas vamos para buscar os três pontos”, destacou.

Os dois clubes se enfrentaram na primeira fase, com duas vitórias do Inter. Na terceira rodada, no Beira-Rio, 6 a 1 para o Colorado. Na partida de volta, em um confronto bastante difícil, o Inter venceu com um gol de Yuri Alberto aos 37 minutos do segundo tempo.

Apesar do Colorado ocupar a 15ª colocação no Campeonato Brasileiro, Méndez ressalta que o momento é de concentrar os esforços no primeiro jogo das oitavas de final da principal competição Sul-Americana.

“O Brasileirão é muito longo e a Libertadores entrou nas fases decisivas. Não podemos cometer erros. Se cometermos, podemos ficar fora. Vamos deixar tudo (no campo) como visitante para buscar os três pontos. Depois aqui vamos ver o que acontece, mas a preparação mental é para o jogo de lá”, destacou o uruguaio.

O Inter realiza na manhã de quarta-feira o último treino antes da viagem para Assunção, no Paraguai. O jogo está marcado para quinta-feira, às 21h30min, no estádio Manuel Ferreira.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895