Diretor do Boca revela reunião com Inter sobre Guerrero, mas clube gaúcho nega
capa

Diretor do Boca revela reunião com Inter sobre Guerrero, mas clube gaúcho nega

Nicolás Burdisso afirmou que interesse pelo atacante surgiu pela "cláusula de saída relativamente baixa"

Por
Correio do Povo

Rescisão do jogador é de cerca de R$ 19 milhões

publicidade

O ex-zagueiro e atual diretor esportivo do Boca Juniors, Nicolás Burdisso, revelou nesta quarta-feira conversas com o Inter para tratar de uma transferência do atacante Paolo Guerrero para o clube de Buenos Aires na próxima temporada. Em declarações feitas ao jornal La Nación, ele afirmou ter falado "na semana passada com o diretor de esportes" do Colorado, mas pediu paciência nas negociações. "Não quero atrapalhar porque ainda temos uma partida e o Inter também. Ele é um jogador que conheço muito e fala por si só", resumiu. O Colorado, no entanto, nega ter tido qualquer tratativa com o clube argentino sobre o assunto.

Por outro lado, Burdisso explicou que o atleta da seleção do Peru é o favorito para ser o próximo atacante pelo preço que deve ser pago por sua rescisão. "Nesse jogo de nomes, o de Paolo surgiu porque tem uma cláusula de saída relativamente baixa", disse. O valor da multa a ser paga para suspensão do contrato é de 4,5 milhões de dólares, cerca de R$ 19 milhões na atual cotação.

O dirigente também comentou estar ciente que se trata de um jogador de 35 anos. "Sabemos sua idade, mas também sabemos o que ele gera. Não falo sobre Guerrero pontualmente, mas sobre o que um camisa 9 gera. E, hoje, precisamos de um jogador que assuma essa responsabilidade. Dentro desse grupo (de possibilidades) não há 20 opções", concluiu.

O atacante é tema recorrente nos comentários dos candidatos à presidência do clube Xeneize. Também nesta quarta, o candidato da situação Christian Gribaudo anunciou que o retorno de Nicolás Gaitán voltará a pauta e também comentou sobre a chance concreta do artilheiro do Inter na temporada se mudar para Buenos Aires. "Ele é um jogador que nos interessa e tem todas as condições para ser o camisa 9 do Boca. Pode haver progresso nos próximos dias", avaliou.