Galhardo promete empenho máximo para defender, marcar gols e ajudar os companheiros
capa

Galhardo promete empenho máximo para defender, marcar gols e ajudar os companheiros

Meia se colocou à disposição para atuar em qualquer posição do meio para a frente

Por
Correio do Povo

Thiago Galhardo gostou dos primeiros contatos com o técnico Eduardo Coudet e se colocou à disposição para atuar em qualquer função do meio e do ataque

publicidade

O meia Thiago Galhardo, de 30 anos, foi apresentado oficialmente na manhã desta sexta-feira e revelou a felicidade que vem vivendo nos últimos dias, desde que acertou a transferência para o Inter. Para compensar a confiança dos dirigentes, o carinho na recepção por parte dos companheiros e para seguir evoluindo como jogador, ele promete empenho máximo para cumprir as determinações do técnico Eduardo Coudet.

“Tive proposta do Brasil e de fora. A negociação foi prolongada, só que eu tinha o desejo de voltar a jogar uma Libertadores e de disputar títulos. A estrutura me deixou impressionado. Não me arrependo da escolha que tive”, disse o meia.

Ao ser questionado sobre a forma como atua, Galhardo se colocou à disposição para ajudar os companheiros e a comissão técnica. “Do meio para a frente, estando bem fisicamente, posso ajudar em todas posições. Como vim como goleador, as pessoas esperam que eu marque gols, mas também quero ajudar os meus companheiros com assistências. Quem ganha com isso, é o grupo e o Inter. Vou me matar em campo na hora que tiver que defender e atacar com bastante qualidade. Quando tiver a oportunidade, colocar para dentro”, afirmou.

Sobre os primeiros contatos com o técnico argentino, Galhardo aprovou a forma como Chacho comandou o grupo nos primeiros três dias de trabalho. Porém, espera o avançar dos dias para poder ter uma posição ainda mais precisa sobre o trabalho de Coudet. “Estamos enfrentando mais o preparador físico. Com ele é um trabalho ou outro físico e técnico. É de pouca conversa e gosta muito de trabalhar. Ele pergunta como estamos e onde gostamos de atuar. É de poucas palavras, mas é brincalhão e extrovertido. Me recebeu muito bem e o grupo está muito contente com a contratação dele”, revelou.

Quando atuava pelo Vasco, Galhardo atuou contra o Racing de Coudet e traz boas lembranças de como atuava o time argentino. “O Lautaro (Martínez) e Lisandro López tinham uma liberdade muito grande para se movimentar dentro de campo. Ainda não falei com ele sobre o esquema tático. Ele brincou sobre a gente ter se enfrentado e lembrou que os times dele correm muito, tanto para frente, quanto para trás. Que gosta ter posse de bola”, destacou.

O meia demonstrou muita felicidade com a recepção que teve dos colegas e fez questão de falar sobre alguns dos principais jogadores do elenco. “Sem palavras para todos eles. Foi uma recepção calorosa. Todo mundo me abraçou de uma forma muito legal. O D’Alessandro é um ídolo e um ícone do Inter. Olhamos para ele e para o Guerrero de forma diferente, pois têm histórias muito bonitas no futebol. Estou muito feliz de estar aqui e espero contribuir com eles”, revelou.

Galhardo assinou um vínculo de um ano, mas pode ter o prazo ampliado até o final de 2021. “Ele vem com contrato de um ano e com metas a cumprir para permanecer. Sempre quando contratamos, esperamos que o jogador confirme o desempenho do último clube e que tenha vida longa no Inter”, revelou o executivo de futebol, Rodrigo Caetano.

O Inter treinou pela manhã e à tarde realiza a última atividade do dia. No sábado, trabalhos em dois turnos e, no domingo, apenas pela manhã.