Inter negocia com o uruguaio Abel Hernández e quer mais um atacante jovem

Inter negocia com o uruguaio Abel Hernández e quer mais um atacante jovem

Atacante de 30 anos está livre no mercado depois de passagem pelo Al Ahli, do Catar

Correio do Povo

Abel Hernández, de 30 anos, deve ser anunciado nos próximos dias com um contrato de duas temporadas

publicidade

* Com informações do repórter Fabricio Falkowski

A direção do Inter negocia a contratação do atacante Abel Hernández, de 30 anos e 1,85m. O planejamento da direção do Colorado é acertar um contrato de dois anos com o uruguaio. Como ele está sem contrato, pode se transferir imediatamente, mesmo com a janela do exterior para o Brasil fechada. Além do experiente e “pronto” jogador, os dirigentes alvirrubros buscam no mercado mais um “jovem” atacante para aumentar o número de atletas no grupo de Eduardo Coudet.

Hernández treina por conta própria em seu país desde que deixou o Al Ahli, do Catar, e precisará de, pelo menos, duas semanas para ficar à disposição para jogar. O último jogo do uruguaio foi no dia 6 de março. Atacante disputou 18 partidas no clube do Catar na temporada 2019/2020 e marcou oito gols. O último foi no dia 23 de janeiro contra o Al Sailiya.

Depois de passar pela base do Central Español, do Uruguai, Herandéz surgiu para o futebol entre os profissionais no Penharol. Em 2008, se transferiu para o Palermo, da Itália, onde ficou até 2014. Na sequência, passou pelo Hull City, da Inglaterra, e, em 2018, foi contratado pelo CSKA de Moscou. Na sequência, se transferiu para o Al Ahli.

O jovem desejado pelo Inter é Pedro Raul, 23 anos, do Botafogo. Ele vem de família de colorados e é formado nas categorias de base do Cruzeiro de Porto Alegre. Porém, o clube carioca, em crise financeira, espera vender o jogador para algum clube da Europa.

Cléber, do Ceará, também é uma alternativa. Ele tem 1,99m de altura e 23 anos. Evanílson, de 20 anos, de 1,80m, do Fluminense, também interessou o Colorado, entretanto, o destino do jogador deve ser o exterior.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895