Inter segura o Bahia após expulsão e vence a primeira no Brasileiro

Inter segura o Bahia após expulsão e vence a primeira no Brasileiro

Edenilson, de pênalti, marcou o único gol da partida, a terceira consecutiva com vermelho para um zagueiro colorado

Nicholas Lyra

Edenilson marcou único gol do jogo em vitória do Inter fora de casa

publicidade

No primeiro jogo após a saída de Miguel Ángel Ramírez, o Inter fez o que era mais importante na noite deste domingo: venceu o Bahia, no Pituaçu, em Salvador. Mas não sem sofrimento, já que, pelo terceiro jogo seguido, teve um zagueiro expulso. Ainda assim, confirmou o placar de 1 a 0 e a primeira vitória no Brasileirão.

O único gol do jogo foi marcado no primeiro tempo. Edenilson sofreu pênalti polêmico e ele mesmo bateu com categoria para definir a vitória colorada. Lucas Ribeiro agrediu Rossi e recebeu cartão vermelho, o 11° do Inter na temporada. 

O Inter volta a campo para enfrentar o Atlético-MG, na quarta-feira, às 19h. A partida, válida pela quarta rodada do Brasileirão, acontece no Beira-Rio.

Vantagem após lance polêmico

Na primeira partida da era pós Miguel Ángel Ramírez, o interino Osmar Loss mandou a campo uma equipe modificada. E as alterações começaram nas laterais. Na direita, o escolhido foi Heitor. Já pelo flanco esquerdo, quem atuou foi Leo Borges. No gol, Daniel se manteve na posição. Mais uma vez, a dupla de ataque foi formada por Thiago Galhardo e Yuri Alberto.

Apesar de começar controlando o jogo, aos poucos o Bahia passou a explorar justamente as laterais do Inter. Heitor e Leo Borges tiveram dificuldades e sofreram com infiltrações às suas costas.

No ataque, também sofreu. Uma das jogadas que simbolizou isso foi aos 20 minutos. Taison, um dos mais lúcidos e acionados no começo, dominou e partiu em velocidade pelo meio, chegando a indicar o pedido de ultrapassagem pela esquerda. Ninguém acompanhou, e a jogada foi desperdiçada. 

E foi justamente Taison quem aproveitou o erro do Bahia na saída de bola para criar a jogada  que eventualmente levaria à abertura o placar. Ele achou bom passe enfiado pelo meio para Edenilson, que invadiu a área e caiu no contato com o goleiro. O árbitro assinalou pênalti, o Bahia reclamou, o VAR não chamou. O mesmo camisa 8, com categoria, chutou no ângulo esquerdo de Matheus Teixeira para levar o Inter em vantagem ao intervalo.

 

Mas isso só foi possível graças ao goleiro Daniel que salvou no fim. Gilberto recebeu bom lançamento, avançou e finalizou forte de esquerda. O goleiro abriu os braços e mergulhou para evitar o empate do Bahia no último lance do primeiro tempo.

Inter volta a sofrer com expulsão 

No início do segundo tempo, o Inter viu se repetir uma sina que está virando rotina. Após lance de bola parada na área adversária, Lucas Ribeiro acertou a nuca de Rossi com o braço. O árbitro deu cartão vermelho direto, a terceira expulsão de zagueiros em sequência no Inter (antes, Pedro Henrique foi expulso duas vezes). São 11 cartões vermelhos na temporada.

Para tentar corrigir o sistema defensivo, o escolhido a ser sacrificado por Osmar Loss foi Thiago Galhardo. No lugar dele, entrou o já contestado Zé Gabriel. 

Com mais espaço, o jogo também ficou mais franco. Apesar de ser o Inter com um a menos, foi o colorado quem criou a primeira chance depois da expulsão. Taison, novamente em jogada de velocidade, acionou Yuri Alberto. O atacante saiu na cara do gol e, se não fosse a importante intervenção de Matheus Teixeira, saindo corajosamente aos pés do atacante, teria ampliado a vantagem. 

Depois disso, o ritmo diminuiu. O Bahia até mexeu para tentar se lançar ao ataque, oferecendo espaço para o Inter contra-atacar, especialmente com Patrick pela esquerda, já que Edenilson foi recuado para a lateral. Assim, sem correr muitos riscos mesmo com um a menos, o Inter conseguiu segurar sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro de 2021. 

Veja Também

Campeonato Brasileiro - 3ª rodada  

Bahia 0

Matheus Teixeira; Renan Guedes, Conti, Juninho e Matheus Bahia; Patrick, Daniel, Thaciano, Rodriguinho e Rossi; Gilberto. Técnico: Dado Cavalcanti

Inter 1

Daniel; Heitor, Lucas Ribeiro, Cuesta e Leo Borges; Johnny, Edenilson, Patrick e Taison; Yuri Alberto e Thiago Galhardo. Técnico: Osmar Loss

Gols: Edenilson (30/1T).

Cartões amarelos: Matheus Teixeira, Renan Guedes (Bahia); Taison (Inter)

Cartões vermelhos: Lucas Ribeiro (Inter) 

Arbitragem: Wagner Nascimento Magalhães 

Local: Estádio Pituaçu, em Salvador (BA)

Data e hora: 13/06, às 20h30min


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895