Inter vence o Novo Hamburgo na estreia de Miguel Ángel Ramírez

Inter vence o Novo Hamburgo na estreia de Miguel Ángel Ramírez

Marcos Guilherme marcou o único gol na primeira partida sob o comando do técnico espanhol

Correio do Povo

Inter venceu com gol de Marcos Guilherme

publicidade

Não foi exatamente a exibição que a torcida do Inter esperava na estreia do técnico Miguel Angel Ramírez. Ainda com muito a ajustar dentro de seu estilo e em um jogo de poucas emoções, fez o suficiente para vencer o Novo Hamburgo por 1 a 0 no Estádio do Vale, na noite deste domingo, e assegurar mais um triunfo pelo Campeonato Estadual. 

O único gol da partida foi marcado no segundo tempo. Após cobrança de falta na segunda trave, Marcos Guilherme mandou para as redes e definiu a vitória do colorado.

Primeiro tempo de poucas emoções

Para sua estreia, o técnico Ramírez promoveu algumas alterações. No gol, substituiu Marcelo Lomba por Danilo Fernandes. Manteve uma estrutura muito parecida de meio campo, com Praxedes, Edenilson e Patrick. No entanto, possivelmente para promover testes, colocou Marcos Guilherme e o centroavante Thiago Galhardo no lugar do titular Yuri Alberto.

Após um começo um pouco lento, o Inter começou a dominar a partida dos 15 minutos em diante, quando criou duas chances em sequência. Primeiro, a troca de passes rápidos, que contou com toque de calcanhar de Galhardo, foi afastada para escanteio. Depois, em boa jogada individual de Patrick pela esquerda, limpando dois com um só toque, a defesa do Novo Hamburgo rifou ela da área.

Mas foi o Novo Hamburgo quem levou perigo antes ao gol adversário. O lateral direito Chicão recebeu fora da área, avançou com ela e disparou de longe. O chute forte foi providencialmente desviado antes de tocar no pé da trave do goleiro e se perder em escanteio, evitando assim o primeiro dos donos da casa.

No geral, foi um primeiro tempo de poucas emoções. Além da bola na trave, as duas equipes não criaram grandes chances para abrir o placar. No fim, o Novo Hamburgo ainda pediu pênalti em uma dividida de Chicão com Moisés. O árbitro, no entanto, nada marcou, e o jogo foi ao intervalo em 0 a 0.

Veja Também

Marcos Guilherme marca e assegura vitória

Apesar de voltar ao segundo tempo errando muitos passes, foi o Inter quem criou a primeira boa chance. Praxedes recebeu na entrada da área, e limpou a marcação com um drible curto, com a bola junto ao pé esquerdo. Ele arriscou, ela desviou na marcação antes de tocar no travessão e sair pela linha de fundo.

Dez minutos depois, o Inter voltou a levar perigo ao gol do Novo Hamburgo. Após cruzamento da direita, Cuesta apareceu na área como elemento surpresa. Ele dominou no peito com estilo e bateu cruzado, forte, mas a bola ficou na rede pelo lado de fora. 

Melhor no jogo, o Inter logo chegou ao gol. Moisés cobrou falta com precisão, vinda do lado esquerdo de ataque. Ela chegou no segundo pau, onde encontrou Marcos Guilherme, livre de marcação. Chutou entre a trave e o goleiro Nícolas para fazer 1 a 0 para o Inter diante do Novo Hamburgo. 

Depois do gol, o ritmo retomou ao que predominou em quase toda a partida. Com o placar a favor, administrou e tocou a bola no campo de defesa, quase sem sustos. Quase porque, já no fim da partida, Igor finalizou em cima de Danilo Fernandes, que pegou com o peito, e assegurou a vitória do Inter por 1 a 0 na estreia do técnico Miguel Ángel Ramírez.

Campeonato Gaúcho - 4ª rodada

Novo Hamburgo 0 
Nicolas; Chicão, Igor, Marcão e Rennan; Amaral, Matheus Lagoa, Carrilho e Pedro; Claudinho e Helio Paraíba. Técnico: Marcio Nunes.

Inter 1
Danilo; Rodinei, Zé Gabriel, Cuesta e Moisés; Lindoso, Praxedes, Edenilson, Patrick e Marcos Guilherme; Thiago Galhardo. Técnico: Miguel Angel Ramirez

Gols: Marcos Guilherme (15/2T) 
Arbitragem: Erico Andrade de Carvalho
Local: Estádio do Vale, em Novo Hamburgo (RS)
 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895