capa

Melo destaca evolução, mas ainda vê espaço para Inter crescer

Dirigente descartou favoritismos no Gre-Nal e pregou jogar com "espírito"

Por
Correio do Povo

Melo salientou que Inter vai precisar saber "sofrer" o Gre-Nal

publicidade

A sequência de sete vitórias do Inter ainda não é o limite do que pode apresentar a equipe de Odair Hellmann. Essa é a análise do vice-presidente, Roberto Melo. "A nossa equipe já tem uma maneira de jogar, mas não queremos estar no ápice em março", relatou após a vitória sobre o Alianza Lima, nessa quarta-feira.

Melo avaliou que a equipe ainda deve crescer, e nem citou o possível reforço do centroavante Paolo Guerrero. "Precisamos ir melhorando para quando as competições ficarem decisivas", comentou.

Ele citou, ainda, os feitos do Colorado na atual Libertadores. "A gente não começou bem o ano, mas agora lideramos a chave na Libertadores. É a primeira vez na história que o Inter consegue vencer as duas primeiras partidas, dois jogos sem tomar gol", ponderou.

Questionado sobre o clássico Gre-Nal, Melo descartou favoritismo pelo momento do Inter. "Nosso adversário é muito forte e o clássico é um campeonato à parte. Não é jogar bem, precisa ter espírito, fazer um grande jogo e sofrer."