Pendurado, Cuesta garante que não irá se poupar: "Jogar no limite"
capa

Pendurado, Cuesta garante que não irá se poupar: "Jogar no limite"

Zagueiro do Inter falou em "erro zero" para evitar desfalcar a equipe na reta final do Gauchão

Por
Correio do Povo / Rádio Guaíba

Cuesta está pendurado, mas garante entrega total na reta final do Gauchão


publicidade

O zagueiro Victor Cuesta, titular do Inter, irá jogar no limite do erro até o final do Gauchão. Com dois cartões amarelos, já que as advertências não zeram, qualquer novo cartão irá tirar o defensor de um eventual próximo jogo, sempre decisivo daqui para frente, pelo Colorado. 

Ciente de jogar pendurado, Cuesta lamentou, e afirmou que a falta de ritmo pesou na hora das divididas. No entanto, garantiu que não irá tirar o pé na reta final. "Não vou me poupar, vou jogar no limite. Mas me preparando para não tomar cartão", admitiu.

No fim da coletiva, na manhã desta sexta-feira, Cuesta comemorou a possibilidade de voltar a jogar no Beira-Rio. O estádio foi liberado pela prefeitura. "É importante, vamos poder botar em prática tudo que já trabalhamos até agora", projetou. Desde a retomada do Gauchão, o Inter atuou três vezes, e todas fora de Porto Alegre. 

Pela semifinal do segundo turno do Campeonato Gaúcho, o Inter enfrenta o Esportivo neste domingo. A partida terá início às 16h, com portões fechados. 

Treino e uma alteração 

O Inter realizou treino coletivo na manhã desta sexta-feira, visando a partida contra o Esportivo. A tendência é que Coudet escale praticamente a mesma equipe da vitória sobre o Aimoré, por 2 a 0, na quarta-feira.


A única alteração deve ser a saída de Rodrigo Lindoso, lesionado, para o retorno de Damián Musto. Assim, o Colorado deve ir a campo com Lomba; Saravia, Bruno Fuchs, Victor Cuesta e Moisés; Musto, Marcos Guilherme, Edenílson e Boschilia; Thiago Galhardo e Guerrero.