Jogador da NBA revela que mãe está em coma para alertar sobre riscos do coronavírus
capa

Jogador da NBA revela que mãe está em coma para alertar sobre riscos do coronavírus

Karl-Anthony Towns explicou que sua mãe foi diagnosticava com Covid-19 após ser levada a um hospital no início da semana

Por
AFP

Towns doou 100.000 dólares à clínica Mayo para melhorar testes de detecção do vírus


publicidade

O pivô Karl-Anthony Towns, estrela do Minnesota Timberwolves da NBA, a Liga de basquete dos Estados Unidos, revelou na noite de terça-feira que sua mãe está lutando contra o coronavírus e se encontra atualmente em coma, numa tentativa de conscientizar as pessoas sobre a gravidade da nova doença.

Em um vídeo de quase seis minutos de duração divulgado nas redes sociais, Towns explicou que sua mãe foi diagnosticada com o coronavírus após ser levada a um hospital no início da semana passada. Em seguida, piorou e sofreu com febre alta, precisando ser conectada a um respirador e, posteriormente, induzida ao coma.

"Eu fiz esse vídeo para que as pessoas entendam a gravidade disso. A doença é real e não pode ser subestimada (...) É uma doença mortal", declarou Towns, emocionado nas imagens.

O pivô, primeira escolha do Draft de 2015, pediu para que a população respeite todas as recomendações para prevenir a contaminação da pandemia, começando por permanecer em casa, mas também alertou que são necessários mais equipamentos e mais apoio aos médicos que combatem a doença na linha de frente.

Towns, de 24 anos, é um dos jogadores da NBA que contribuiu economicamente no combate ao Covid-19, doando 100.000 dólares à clínica Mayo para melhorar os testes de detecção do vírus.


Cerca de 800 pessoas morreram até o momento de coronavírus nos Estados Unidos, que registram mais de 55.000 casos confirmados no país, o terceiro maior número a nível mundial, atrás da China e da Itália.