Líder da Mercedes promete novo carro em Miami: "Achamos direções para melhorar"

Líder da Mercedes promete novo carro em Miami: "Achamos direções para melhorar"

Duas semanas após a desastrosa corrida em Ímola, o chefão da escuderia promete evoluções já a partir dos treinos desta sexta-feira

AE

publicidade

Toto Wolff ficou indignado com a péssima atuação da Mercedes no GP da Emília Romagna, em Ímola. Sobretudo com Lewis Hamilton na 13ª colocação com um carro lento e sem condições de brigar por posições. Duas semanas após a desastrosa corrida, o chefão da escuderia promete evoluções já a partir dos treinos desta sexta-feira, em Miami.

"Desde que voltamos da Itália, aprendemos o máximo possível e, paralelamente, nosso aprendizado continuou no túnel de vento e nas simulações", disse Wolff, esperançoso. "Encontramos várias direções para melhorar o carro e realizaremos experimentos em Miami para correlacionar essas simulações. Esperamos confirmar o caminho de desenvolvimento para as próximas corridas."

Hamilton não escondeu seu descontentamento por andar atrás em Ímola e, com somente quatro provas disputadas no ano, já se colocou fora da briga pelo título. Soma somente 28 pontos, na sétima colocação, diante de 86 do líder Charles Leclerc. Wolff, porém, não se dá por vencido e aposta na volta por cima.

Veja Também

"Esta equipe mostrou sua resiliência ao longo de muitos anos e o difícil início desta temporada acendeu um fogo dentro de cada membro da equipe, determinado a corrigir isso", ressaltou Wolff. "O ditado 'mares tranquilos não fazem bons marinheiros' vem à mente", enfatizou, confiante em novos tempos.

"Miami é um novo desafio empolgante e um passo completo para o desconhecido", avaliou, sobre o GP entrar somente agora no calendário da Fórmula 1. "A pista parece exigente, com uma mistura real de curvas de baixa e alta velocidade, e deve ser uma vitrine espetacular do esporte para nossa crescente base de fãs nos EUA", disse.

Apesar do desconhecido, o chefão da Mercedes esbanjou muita confiança no trabalho realizado na preparação, já imaginando um retorno aos pódios. "Os pilotos estão trabalhando no simulador antes de Miami e as fábricas estão ocupadas produzindo atualizações para as próximas corridas. Estamos preparados para um evento fantástico e mal podemos esperar para ver como tudo se desenrola."


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895