Real Madrid desmente Ancelotti e confirma presença no Mundial de 2025

Real Madrid desmente Ancelotti e confirma presença no Mundial de 2025

Técnico havia declarado que clube espanhol não participaria da primeira edição do novo torneio, programada para junho de 2025

AFP

Ancelotti comentou que outros clubes devem recusar convite

publicidade

O Real Madrid desmentiu nesta segunda-feira as declarações do técnico Carlo Ancelotti sobre a não participação do clube no novo Mundial de Clubes, em 2025. O time espanhol confirmou a presença na competição após ir ao ar uma entrevista do treinador alegando que o time não disputaria o Mundial e também que "outros clubes vão recusar o convite”.

“Em nenhum momento foi questionada a nossa participação no novo Mundial de Clubes que a Fifa organizará na temporada 2024/25. Portanto, nosso clube vai disputar, conforme planejado, esta competição oficial com orgulho e com o maior entusiasmo para fazer nossos milhões de torcedores sonharem com o novo título", declarou o Real, em comunicado oficial divulgado nesta segunda-feira.

O desencontro de declarações entre o clube e o treinador começou com a divulgação de uma entrevista de Ancelotti ao jornal Il Giornale, da Itália. Segundo a publicação, o técnico se queixou que o valor oferecido pela Fifa ao Real Madrid para participar da competição não condiz com o que de fato valem os jogos da equipe. Além disso, o treinador teria dito na entrevista que a entidade desejava pagar de 20 milhões de euros (cerca de R$ 115 milhões) para os atuais campeões da Liga dos Campeões disputarem o torneio.

A título de comparação, a vitória na final da competição europeia diante do Borussia Dortmund rendeu aos cofres do Real Madrid esse mesmo montante, pago pela Uefa. No acumulado durante toda a edição da Liga dos Campeões, o clube espanhol embolsou outros 65,14 milhões de euros com pagamentos por fases e patrocínios. "Uma única partida do Real Madrid vale 20 milhões de euros e a Fifa quer pagar esta quantia por todo o torneio. Assim como nós, outros clubes vão recusar o convite”, afirmou, mais cedo, o técnico italiano.

Diante da forte repercussão internacional, Ancelotti se pronunciou. "Na minha entrevista ao Il Giornale, as minhas palavras sobre o Mundial de Clubes da Fifa não foram interpretadas da maneira como eu pretendia. Nada poderia estar mais distante do meu interesse do que rejeitar a possibilidade de disputar um torneio que considero uma grande oportunidade para continuar a lutar por títulos com o Real Madrid', afirmou Ancelotti em publicação na rede social X, antigo Twitter.

A primeira edição do Mundial de Clubes da Fifa está programada para o período entre 15 de junho e 13 de julho de 2025 nos Estados Unidos. O torneio tem sido criticado porque aumentará a carga de trabalho dos jogadores e os riscos para a saúde. Em maio, a Associação Mundial de Ligas de Futebol e o sindicato FIFPro exigiram que a Fifa revise o calendário da competição e alertaram que, em caso de recusa, poderiam iniciar medidas judiciais. As ligas e o sindicato alegam que o calendário das competições de futebol está "além da saturação" e que as mudanças de calendário provocaram um "prejuízo econômico" às ligas nacionais.


Mais Lidas

Confira a programação de esportes na TV desta terça-feira, 23 de abril

Opções incluem eventos de futebol e outras modalidades esportivas em canais abertos e por assinatura



Placar CP desta terça-feira, 23 de abril: confira jogos e resultados das principais competições de futebol

Acompanhe a atualização das competições estaduais, regionais, nacionais, continentais e internacionais

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895