Seleção desafia o Peru em busca do nono título na Copa América
capa

Seleção desafia o Peru em busca do nono título na Copa América

Brasil entra em campo às 17h deste domingo, no Maracanã

Por
Correio do Povo

Seleção vai em busca do nono título na Copa América

publicidade

Houve alguns percalços e imprevistos no meio do caminho. Houve também vitórias daquelas de afirmar o time e encher o torcedor de alegrias. Agora, pouco mais de três semanas depois da estreia, a Seleção Brasileira chega aonde sempre planejou. Às 17h deste domingo, no estádio Maracanã, o Brasil encara o Peru na final da Copa América. Para garantir pela nona vez o título da competição, a equipe treinada por Tite precisa bater os peruanos pela segunda oportunidade no torneio. Na primeira, houve goleada por 5 a 0, o que dá a dimensão do favoritismo verde e amarelo agora. 

CORREIO DO POVO TRANSMITE A PARTIDA MINUTO A MINUTO A PARTIR DAS 17h 

A empolgação por parte da torcida encontra um freio nas entrevistas tanto do técnico quanto dos jogadores. No vestiário, o discurso é de cautela e respeito ao Peru, afinal de contas trata-se da seleção que deixou pelo caminho outros dois favoritos. Primeiro, nos pênaltis, o Uruguai. Depois, com uma incontestável goleada por 3 a 0, o Chile. “Cada jogo é uma história, cada final é uma história. Temos que estar preparados para um jogo de final. O Peru chegou pelos méritos deles. Eles evoluíram na competição”, destacou o atacante Everton, talvez a maior das revelações da Copa América.

O jogador do Grêmio não é o único a pensar assim. Para Casemiro, a goleada de 5 a 0 sobre o Peru na fase de grupos não pode servir de parâmetro. “Não importa que seja goleada ou 1 a 0. Sempre com muita cabeça, tranquilidade, não precisa querer dar espetáculo, fazer outras coisas. Tem que saber jogar e querer vencer. É o jogo mais importante da competição. Tem que ir concentrado, focado, se for 1 a 0 já me serve”, diz. Entre os brasileiros, há também um alerta sobre o atacante Paolo Guerrero. “É um jogador de extrema qualidade e que a gente tem que ter total cuidado durante todo o tempo de jogo porque, no mínimo detalhe que a gente falhar, ele pode resolver uma partida”, afirma o zagueiro Marquinhos.

À exceção de Willian, Tite não terá desfalques para o duelo contra os peruanos. Alisson havia terminado a partida com a Argentina com dores nas costas. Na quinta-feira, foi poupado dos treinamentos, mas nesta sexta-feira voltou às atividades normalmente e é nome certo entre os titulares. Na lateral esquerda, com a volta de Filipe Luís, que foi desfalque diante do Peru por dores musculares, Tite tem aquela que deve ser a única dúvida, entre Filipe e Alex Sandro.

Às vésperas da partida, o Peru teve que lidar com uma série de problemas no treino de sexta-feira. Primeiro, nenhuma sala foi cedida à comissão técnica no centro de treinamentos do Fluminense, onde foram realizadas as atividades. Também não havia nenhuma estrutura para as entrevistas. Além disso, o ginásio teve de ser compartilhado com a categoria juvenil do Fluminense. E não havia água quente nos chuveiros do vestiário. 

No momento ideal 

Ao falar dos assuntos de campo, Ricardo Gareca espera um jogo difícil contra a Seleção. O treinador foi além e disse que sua seleção irá enfrentar o Brasil "no momento ideal". "Vamos jogar com o Brasil num momento ideal porque viemos de jogos diante de duas seleções fortes, Uruguai e Chile. Se eu tivesse que escolher um momento pra enfrentar o Brasil, seria agora", comentou o treinador argentino neste sábado, durante entrevista coletiva realizada no Maracanã.

Autor do primeiro gol na semifinal diante do Chile, o meia peruano Edison Flores acabou deixando o gramado da Arena do Grêmio no decorrer da partida após sentir uma lesão, mas neste sábado o jogador garantiu que está pronto para encarar o Brasil. "Estou bem, foi uma lesão que não me permitiu continuar contra o Chile, mas estou recuperado e espero dar o melhor amanhã (domingo)", disse o meia Flores neste sábado. "Me sinto bem, recuperado e com vontade de jogar", acrescentou. 

Copa América 2019 - Final 

Brasil 
Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Filipe Luís (Alex Sandro); Casemiro, Arthur, P. Coutinho; Gabriel Jesus, Roberto Firmino e Everton. Técnico: Tite. 

Peru 
Pedro Gallese; Luis Advíncula, C. Zambrano, Luis Abram e Miguel Trauco; Renato Tapia, Yoshimar Yotún, André Carrillo e Christian Cueva; Edison Flores e Paolo Guerrero. Técnico: Ricardo Gareca. 

Árbitro: Roberto Tobar (CHI)
Local: estádio Maracanã, no Rio de Janeiro.
Início: 17h deste domingo.