capa

Uefa nega recurso e mantém suspensão de Neymar na Liga dos Campeões

Clube francês e o jogador brasileiro ainda podem recorrer contra a punição no CAS

Por
AFP

Neymar pegou três jogos de suspensão na Liga dos Campeões

publicidade

O Comitê de Apelações da Uefa rejeitou nesta quarta-feira o recurso do Paris Saint-Germain contra a suspensão de três jogos imposta a Neymar na Liga dos Campeões da Europa. O clube francês e o jogador brasileiro ainda podem recorrer contra a punição à Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês).

A Uefa anunciou que o seu painel de apelações confirmou a suspensão, que havia sido definida em julgamento realizado em 25 de abril, a Neymar por "insultar a arbitragem" depois de o PSG ser eliminado da Liga dos Campeões pelo Manchester United em partida disputada no dia 6 de março.

Após o jogo, Neymar publicou comentários ofensivos sobre os árbitros assistentes de vídeos que ajudaram o juiz a marcar um pênalti nos acréscimos do segundo tempo para o United, que converteu a cobrança e assim sacramentou a vitória por 3 a 1 e a sua classificação às quartas de final no Parque dos Príncipes, mesmo após ter perdido o duelo de ida, no Old Trafford, por 2 a 0.

Neymar, que estava machucado e não participou do duelo, disse, em publicação no Instagram, que os árbitros assistentes de vídeo "não entendem de futebol", além de tê-los insultado. A decisão da Uefa significa que Neymar vai perder metade dos seis jogos da fase de grupos da Liga dos Campeões na próxima temporada. Se quiser reverter a punição, o PSG e Neymar têm dez dias para apresentar um recurso à CAS.