Ação visa combater fake news em Montenegro

Ação visa combater fake news em Montenegro

A atuação ocorrerá nas redes sociais do poder público

Stephany Sander

Objetivo é evitar a proliferação de fake news que podem influenciar negativamente a comunidade

publicidade

A Prefeitura de Montenegro, em parceria com o Gabinete de Crise de combate à Covid-19, fará uma ação para inibir a disseminação de informações falsas sobre a vacinação contra o vírus. A atuação ocorrerá nas redes sociais do poder público com o intuito de evitar a proliferação de fake news que podem influenciar negativamente a comunidade e prejudicar a dinâmica de imunização da população. Todos os comentários, postados na página da Prefeitura Municipal de Montenegro, que contiverem notícias falsas, informações sem comprovação e que visem sabotar a procura pela vacina contra a Covid-19 serão printados, apagados e o perfil de quem postou, será bloqueado por 30 dias. Os comentários copiados também serão encaminhados para a Procuradoria Geral do Município (PGM), que fará o encaminhamento ao Ministério Público para que o autor seja responsabilizado pela sua publicação.

De acordo com a decisão do Gabinete, os comentários com eventuais críticas ao trabalho do poder público, por exemplo, não sofrerão qualquer tipo de ação. Segundo o coordenador do Gabinete de Crise, Fabrício Coitinho, recentemente, a Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou as autoridades sobre a “infodemia”, teorias da conspiração, fake news, boatos e conteúdos divulgados em torno da pandemia, que contribuem para aumentar os casos e as mortes por Covid-19. "É necessário combater a desinformação, principalmente nas mídias digitais. “Temos de ter ciência de que a vacina é a única forma de retornar as atividades e tudo voltar ao normal”, enfatiza.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895