Ações de solidariedade auxiliam famílias no Rio Grande do Sul

Ações de solidariedade auxiliam famílias no Rio Grande do Sul

Iniciativa de voluntários, empresas e prefeituras viabilizam o repasse de alimentos para moradores com dificuldades devido à pandemia

Correio do Povo

Brigada Militar entrega cestas básicas em Santa Maria.

publicidade

Diversas ações de auxílio a famílias ocorrem no Rio Grande do Sul buscando amenizar os efeitos da pandemia do causada pelo novo coronavírus. Em Farroupilha, houve a distribuição de 200 refeições nessa terça-feira, na sede da Igreja do bairro São José. A iniciativa é conduzida pelo Comando Conjunto Sul, com o 6º Batalhão de Comunicações de Bento Gonçalves encarregado do preparo, transporte e entrega de 200 refeições diárias a pessoas mais vulneráveis.

Um termo de cooperação social foi firmado entre o Exército e a Prefeitura de Farroupilha. No primeiro dia da ação, no último domingo, a distribuição foi na sede da Associação de Moradores do Bairro Industrial. Os alimentos são arrecadados pelo Banco Social do município.

Integrantes do Batalhão de Polícia de Choque da Brigada Militar distribuíram cestas básicas em Santa Maria. Os donativos foram entregues em residências dos bairros Camobi, Urlândia, Parque Pinheiro Machado e Santa Marta. A campanha foi realizada pelos próprios servidores. A Policia Civil também está distribuindo alimentos. Agentes fizeram a entrega de donativos a moradores da vila Maringá. Já a Secretaria Municipal de Assistência Social retoma nesta quarta-feira a distribuição de alimentos para as famílias cadastradas.

O Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG) faz mobilização para que os CTGs se transformem em pontos de coleta de alimento para beneficiar integrantes e comunidades. Pelo menos oito entidades já estão operando, em Osório, Rio Grande, Alegrete, Venâncio Aires, Porto Alegre e Uruguaiana. As entidades interessadas em se engajar, devem entrar em contato com sua Coordenadoria Regional. Segundo a presidente do MTG, Gilda Galeazzi, além dos galpões, outros locais da comunidade podem ser cadastrados. Para facilitar as doações, o MTG disponibiliza o WhatsApp (51) 98594-9991.

Em Novo Hamburgo, mais de 3 mil cestas básicas já foram distribuídas. Porém, para evitar aglomerações em frente aos Centros de Referência de Assistência Social (Cras), como tem ocorrido para as famílias que buscam o auxílio, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social alterou as regras para cadastro presencial e distribuição a partir desta quarta-feira.

Agora, o solicitante receberá em casa a cesta, mediante agendamento no Cras mais próximo da moradia. Interessados precisam ir até um dos cinco Centros de Referência da cidade para realização de cadastro, das 8h às 12h e das 13h às 17h, até o fim da situação de calamidade pública no município.

Será fornecido um comprovante para que a pessoa apresente ao entregador quando receber a cesta no domicílio. Equipe da prefeitura, devidamente identificada, fará a entrega a partir de 7 de maio. As famílias já beneficiadas com cestas básicas entre 23 de março e 20 de abril não podem receber nova remessa.

Em Garibaldi, empresas e voluntários se mobilizam para oferecer alimentos a famílias que estão com dificuldades. A Secretaria Municipal de Habitação, Trabalho e Assistência Social já recebeu a doação de mais de mil cestas básicas e produtos de higiene e limpeza, que são repassadas a famílias do Cadastro Único federal e pessoas em situação de vulnerabilidade social. O prefeito Antonio Cettolin e o vice Antonio Fachinelli vão direcionar 20% dos seus salários pelos próximos três meses para aquisição de cestas básicas a serem doadas. Outros servidores municipais também vão participar.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895