Alunos recebem celulares para acesso às aulas online em Santa Maria

Alunos recebem celulares para acesso às aulas online em Santa Maria

Projeto "Sala de Aula na Palma da Mão" vai iniciar ação piloto na escola Adelmo Simas Genro

Renato Oliveira

publicidade

A Prefeitura de Santa Maria, por meio do Programa Municipal de Educação Fiscal (PMEF) e do Núcleo de Tecnologia Educacional Municipal (NTEM/SM), deu início ao projeto "Sala de Aula na Palma da Mão". A iniciativa une as secretarias de Educação e de Finanças e vai iniciar como uma ação piloto na Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Adelmo Simas Genro, instituição indicada pela equipe do NTEM/SM por ter um número expressivo de alunos sem equipamento para acesso às aulas online durante a pandemia. Além disso, entre os critérios de seleção, estão o baixo poder aquisitivo dos matriculados, o alto índice de evasão escolar e o baixo percentual de participação nas atividades remotas.

Por meio do projeto, a Escola Adelmo Simas Genro ganhará cinco celulares (iPhone), que serão distribuídos para cinco estudantes escolhidos pela direção da escola. A entrega dos equipamentos está prevista para ocorrer em 19 de abril. Os estudantes passarão por um processo de formação, no qual serão capacitados para realizar os cadastros no Peça Nota Santa Maria e Nota Fiscal Gaúcha, a fim de que se tornem disseminadores da Educação Fiscal na comunidade onde estão inseridos. Eles também terão instrução sobre o acesso às aulas e realização das tarefas remotas pelo aplicativo Google Sala de Aula. Ao mesmo tempo, o professor que coordenar a inscrição dos alunos ganhará um pen drive e um cartão de memória.

A diretora da EMEF Adelmo Simas Genro, Edina Mara Borgias, conta que os alunos que receberão os celulares já foram escolhidos e fazem parte de famílias que possuem mais de um estudante matriculado na escola, isto é, a seleção buscou beneficiar o maior número possível de alunos.

“Os cinco aparelhos vão atender a 21 estudantes da nossa escola, porque cada família que receberá o celular tem quatro crianças matriculadas e, também, em uma das famílias, além dos quatro filhos, a mãe é aluna da EJA (Educação de Jovens e Adultos) noturna. A escola já está se organizando para que esses estudantes acessem a internet da escola”, explica a diretora Edina.

O projeto Sala de Aula na Palma da Mão será expandido para outras escolas da Rede Municipal de Ensino assim que mais celulares forem disponibilizados pela Delegacia da Receita Federal do Brasil em Santa Maria. 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895