Atividades econômicas serão retomadas de forma gradativa em Frederico Westphalen
capa

Atividades econômicas serão retomadas de forma gradativa em Frederico Westphalen

Decisão foi tomada durante reunião na manhã deste sábado

Por
Agostinho Piovesan

Plano de retomada gradativa das atividades foi apresentado em reunião na manhã deste sábado em Frederico Westphalen


publicidade

As atividades econômicas – indústria, comércio, prestação de serviços, entre outras – serão retomadas de forma gradativa a partir desta segunda, em Frederico Westphalen, no Norte do Estado. A decisão foi tomada durante reunião, na manhã deste sábado, com representantes de todos os segmentos da sociedade frederiquense, na ACI local. No encontro, foi apresentado o plano estratégico para a medida. Estavam presentes autoridades políticas, médicos, representantes de entidades e empresários municipais.

O prefeito José Alberto Panosso (MDB) disse que seguem fechadas escolas, além de clubes, parques, casas de festas, boates, centros culturais, bibliotecas e cinema. Não será permitida a realização de feiras, atividades em igrejas e templos, visitação a parques e ginásios, circulação de veículos de transporte coletivo, entre outros.

“O Gabinete Municipal de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus irá avaliar diariamente a situação envolvendo a expansão do Covid-19. Em caso de necessidade, as atividades econômicas podem ser suspensas novamente”, alertou Panosso.

Já atividades como de agências bancárias e de cooperativas de crédito, de indústria e construção civil estão autorizadas a retomarem suas atividades. Porém, devem seguir as restrições de não exceder 50% da lotação máxima, manter distância mínima de 1,5 metros entre uma pessoa e outra, oferecer condições de higienização, entre outras medidas.

Os grupos de risco continuam em quarentena. Os idosos acima de 60 anos devem permanecer em casa. Segundo Panosso, haverá uma "rígida fiscalização" para o cumprimento das determinações.

A partir de segunda-feira, também ficam autorizados os serviços autônomos, domésticos e os prestados por profissionais liberais, desde que observadas as medidas necessárias para evitar a transmissão do coronavírus no ambiente de trabalho.

O presidente da Associação Comercial e Industrial de Frederico Westphalen 9ACIFW), Ramir Severiano, disse que a decisão é difícil diante do quadro de incertezas em relação ao coronavírus. “Tem um clamor muito grande pela reabertura, de forma responsável, das atividades. Inclusive, sugerimos que as empresas façam um plano de contingenciamento, definindo medidas importante de prevenção”, observa.


Severiano lembra que, além da limitação do número de funcionários, os estabelecimentos terão que manter medidas importantes, como uso do álcool gel e distanciamento dos funcionários.