Banco de Leite de Santa Rosa busca doações
capa

Banco de Leite de Santa Rosa busca doações

Na última sexta-feira, o Hospital Vida & Saúde tinha apenas três litros em estoque

Por
Correio do Povo

Doações coletadas no espaço beneficiam os prematuros internados na UTI Neonatal

publicidade

O Hospital Vida & Saúde de Santa Rosa precisa de doadoras externas para abastecer o Banco de Leite da entidade. Na última sexta-feira, havia três litros em estoque, enquanto o ideal seriam oito. A estrutura é responsável pela segurança alimentar de prematuros internados na UTI Neonatal. 

A nutricionista Marília Fernandes explica que as mães de bebês hospitalizados realizam diariamente a ordenha no Banco de Leite para atender a demanda dos filhos. Porém, há um déficit, que só pode ser atendido por doadoras externas. “Algumas mães têm pouco leite, outras são de cidades vizinhas e não conseguem doar o mesmo número de vezes ao dia que o bebê se alimenta ou ainda o leite apresenta alguma sujidade e precisa ser descartado”, explica. 

As mães serão recebidas por uma equipe para realização de cadastro, acolhimento e informações sobre o processo de doação. Também são encaminhadas para exames. Depois, passam pela higienização e vão para a sala de ordenha natural. O leite é então enviado para o espaço de armazenamento e pasteurização. 

Marília reforça que o produto materno é essencial para os recém-nascidos hospitalizados, pois sua composição é muito superior a qualquer fórmula láctea. A preferência é por leite destinado de mãe para filho, mas em caso de falta usa-se o oriundo de doação.

A estrutura foi inaugurada em maio do ano passado. Até fevereiro último, as doações eram realizadas apenas de mãe para filho, mas, a partir de março, passou a ser feita a pasteurização do leite materno. Com esse processo, foi possível ofertar leite de doação aos bebês. O produto é destinado prioritariamente para pacientes da UTI Neonatal, que tem dez leitos.