BM e prefeitura encerram festa clandestina em Gramado

BM e prefeitura encerram festa clandestina em Gramado

Evento buscava convidados em vans para não revelar localização

Halder Ramos

Pelo menos 60 pessoas estavam dentro de casa alugada

publicidade

Em operação conjunta, a Brigada Militar e a prefeitura de Gramado encerraram, no começo da madrugada de domingo, uma festa clandestina em uma casa alugada no bairro Várzea Grande. Conforme a BM, mais de 60 pessoas estavam no local. Os órgãos de segurança receberam informações sobre a organização de festas paralelamente ao 48° Festival de Cinema.

Apesar de ser realizado sem eventos presenciais por prevenção ao coronavírus, o Festival de Gramado atrai tradicionalmente público jovem para festas no período do evento. Os policiais militares trabalharam durante todo o dia de sábado para descobrir o local das aglomerações clandestinas.

Depois de realizar buscas, a Brigada Militar localizou um dos pontos onde vans buscavam os participantes. Segundo a BM, o local só seria revelado aos jovens no começo do evento clandestino. O evento ainda usava o nome do festival.

Após descobrirem o local, os policiais e os agentes da prefeitura foram ao endereço e flagraram a aglomeração. O evento clandestino estava organizado com estrutura de som, iluminação e fornecimento de bebidas ao público. Para a BM, mais pessoas chegariam ao evento caso não ocorresse a interdição.

Os responsáveis pela organização foram notificados. De acordo com a Brigada, são dois homens que moram em Porto Alegre e São Leopoldo. Conforme o comandante da BM de Gramado, capitão Lemartine Venzo, a ação teve êxito graças a contribuição da comunidade e a troca de informações entre órgãos de segurança. “Infelizmente, algumas pessoas ainda não se deram conta de que esse é um ano atípico, e que tais medidas visam o bem comum”, frisa Venzo.


 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895