Caxias do Sul quer Semana Lixo Zero no calendário oficial do município

Caxias do Sul quer Semana Lixo Zero no calendário oficial do município

Evento acontece anualmente, na última semana de outubro, de forma simultânea, em mais de 120 cidades brasileiras

Celso Sgorla

Em 2019, a quantidade recolhida na coleta seletiva em Caxias do Sul representou mais de 22 mil toneladas

publicidade

A Câmara de Vereadores de Caxias do Sul está analisando o projeto de lei que tem como objetivo implementar a Semana Lixo Zero no calendário oficial do município. Segundo o projeto, o evento ocorrerá sempre na última semana de outubro e contemplará a realização de atividades voltadas à discussão e conscientização sobre a temática dos resíduos sólidos. Conforme dados informados ao Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), em 2019, em Caxias do Sul, a quantidade recolhida na coleta seletiva representou mais de 22 mil toneladas no ano, número alarmante que mostra a urgência da conscientização.

O evento Semana Lixo Zero acontece anualmente, na última semana de outubro, de forma simultânea, em mais de 120 cidades brasileiras. É organizada por voluntários locais, em parceria com o Instituto Lixo Zero Brasil e com a participação de empresas, entidades, organizações, órgãos públicos e população em geral.

A proposição busca fomentar a educação e conscientização da população, empresas, entidades e órgãos públicos para o correto encaminhamento de resíduos sólidos na cidade. O conceito “lixo zero” consiste em uma meta econômica e eficiente que busca o máximo aproveitamento e o direcionamento correto de resíduos recicláveis e orgânicos nas cidades. O conceito objetiva o fim da destinação destes materiais para aterros sanitários ou para incineração, tendo como consequência direta a redução do custo da coleta seletiva.

Ainda conforme o projeto de autoria do vereador Rafael Bueno (PDT), a semana tem como objetivo fomentar soluções para redução, reutilização, reciclagem, compostagem e não geração de lixo com ações educativas e de conscientização sobre o tema. Assim como a realização de palestras, fóruns, seminários, audiências públicas, bem como ações coletivas de prática de limpeza em espaços públicos e incentivo do consumo consciente.

Veja Também


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895