Chuva provoca transtornos em Caxias do Sul

Chuva provoca transtornos em Caxias do Sul

Corpo de Bombeiros informou que bairros Rio Branco, São Caetano, Desvio Rizzo e Salgado Filho foram os mais atingidos

Correio do Povo

BR 470 teve interrupção no trânsito por conta de árvore caída na rodovia

publicidade

Em Caxias do Sul a forte chuva  que caiu na tarde desta terça-feira causou transtornos em vários pontos da cidade. Houve acumulo de água em ruas nos  bairros  Pio X,  Esplanada, Bela Vista e São Leopoldo, no Vila Leon e até mesmo no centro da cidade.

Conforme o Corpo de Bombeiros os bairros com maiores problemas  com alagamentos foram Rio Branco, São Caetano, Desvio Rizzo e Salgado Filho.

No Aeroporto Regional Hugo Cantergiani o excesso de chuva provocou novamente alagamentos no terminal de cargas. Não há informação se houve perdas de mercadorias.

O administrador do aeroporto Maurício D’Ávila, disse que está se tentando resolver este problema do terminal de cargas há algum tempo. Ele informou que o Departamento Aeroportuário do Estado realizou um certame licitatório  para que uma empresa construa uma canaleta na frente do terminal,  o problema é que a empresa que venceu o certame  não apareceu para realizar o serviço, desta forma o Estado notificou a mesma, inclusive com multa. Após cumprir os prazos, esta foi então  desabilitada e chamada a segunda colocada que não demonstrou interesse em realizar o serviço.

“No momento estamos contatando a terceira  colocada para que realize o serviço. Infelizmente estes são os trâmites burocráticos que enfrentamos no serviço público, mas existe a preocupação e estamos empenhados para resolver está situação o mais breve possível”, disse o administrador.

Na BR-470 km 177, em Veranópolis, uma árvore caiu bloqueando  a rodovia. Equipes da empresa que faz manutenção na rodovia e o Corpo de Bombeiros trabalharam na desobstrução da rodovia. Também houve queda de postes de energia elétrica na em ruas da cidade.

Também em Veranópolis as fortes chuvas causaram  a queda  de um  muro no fundo de uma das goleiras do Estádio Antônio David Farina.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895