Chuvas no RS provocaram o maior evento de movimentos de solo e rocha nas encostas já ocorrido no Brasil, diz Ufrgs

Chuvas no RS provocaram o maior evento de movimentos de solo e rocha nas encostas já ocorrido no Brasil, diz Ufrgs

Estado contabiliza mais de 5 mil cicatrizes de movimentos de massa em função das precipitações de maio

Correio do Povo

Estado contabiliza mais de 5 mil cicatrizes de movimentos de massa em função das precipitações de maio

publicidade

Um mapeamento realizado pela Ufrgs estima que as chuvas que afetaram o Rio Grande do Sul - entre os dias 27 de abril e 14 de maio - provocaram o maior evento de movimentos de solo e rocha nas encostas já ocorrido no Brasil. Veja o mapa.

Conforme nota técnica divulgada pela universidade, o Estado soma mais de 5 mil cicatrizes de movimentos de massa em função das precipitações de maio. Até o momento, o grupo responsável pelo estudo analisou 40% das amostras. O trabalho se iniciou no dia 4 de maio e a tendência é que o número aumente ainda mais e se aproxime dos 12 mil.

A área total do mapeamento, chamada de Região Hidrográfica do Guaíba, possui, aproximadamente, 12 mil km2, e compreende as bacias hidrográficas do Taquari-Antas, Caí, Sinos, Pardo, Alto Jacuí e Vacacaí-Mirim.

O estudo é coordenado pelo Laboratório Latitude, vinculado ao Instituto de Geociências (IGEO) da UFRGS, em parceria com o Centro Estadual de Pesquisas em Sensoriamento Remoto e Meteorologia (CEPSRM).


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895